A visita do Senhor a Jericó foi provavelmente a única ocasião dada ao cego e a Zaqueu para encontrá-LO. Apesar dos obstáculos, não perderam a sua

Lucas 18:35-43 e

Jesus cura um mendigo cego
Mateus 20.29-34; Marcos 10.46-52
35Jesus já estava chegando perto da cidade de Jericó. Acontece que um cego estava sentado na beira do caminho, pedindo esmola. 36Quando ouviu a multidão passando, ele perguntou o que era aquilo.
37– É Jesus de Nazaré que está passando! – responderam.
38Aí o cego começou a gritar:
– Jesus, Filho de Davi, tenha pena de mim!
39As pessoas que iam na frente o repreenderam e mandaram que ele calasse a boca. Mas ele gritava ainda mais:
– Filho de Davi, tenha pena de mim!
40Jesus parou e mandou que trouxessem o cego. Quando ele chegou perto, Jesus perguntou:
41– O que é que você quer que eu faça?
– Senhor, eu quero ver de novo! – respondeu ele.
42Então Jesus disse:
– Veja! Você está curado porque teve fé.
43No mesmo instante o homem começou a ver e, dando glória a Deus, foi seguindo Jesus. E todos os que viram isso começaram a louvar a Deus.

19:1-10

Jesus e Zaqueu
1Jesus entrou em Jericó e estava atravessando a cidade. 2Morava ali um homem rico, chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores de impostos. 3Ele estava tentando ver quem era Jesus, mas não podia, por causa da multidão, pois Zaqueu era muito baixo. 4Então correu adiante da multidão e subiu numa figueira brava para ver Jesus, que devia passar por ali. 5Quando Jesus chegou àquele lugar, olhou para cima e disse a Zaqueu:
– Zaqueu, desça depressa, pois hoje preciso ficar na sua casa.
6Zaqueu desceu depressa e o recebeu na sua casa, com muita alegria. 7Todos os que viram isso começaram a resmungar:
– Este homem foi se hospedar na casa de um pecador!
8Zaqueu se levantou e disse ao Senhor:
– Escute, Senhor, eu vou dar a metade dos meus bens aos pobres. E, se roubei alguém, vou devolver quatro vezes mais.
9Então Jesus disse:
– Hoje a salvação entrou nesta casa, pois este homem também é descendente de Abraão. 10Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar quem está perdido.

A visita do Senhor a Jericó foi provavelmente a única ocasião dada ao cego e a Zaqueu para encontrá-LO. Apesar dos obstáculos, não perderam a sua oportunidade (compare 16:16).

Consideremos um pouco este cego. Ele não podia ver o Salvador que passava, e, ademais, a multidão buscava fazê-lo calar; mas ele clamava ainda mais até que obteve uma resposta à sua fé.

Quanto a Zaqueu, foi a sua pequena estatura e a mesma multidão que se apertava em volta do Senhor Jesus que o impediam de vê-LO. Foi então que ele, correndo para adiantar-se, sobe a uma árvore sem se preocupar com o que as pessoas dirão. Ele é mais um que supera as suas dificuldades, e é ricamente recompensado! Imaginemos a sua surpresa e a sua alegria quando ouve chamar por seu nome, sendo convidado a descer depressa para receber o Senhor em sua própria casa.

Querido amigo, o Senhor Jesus está mais uma vez passando perto de você, oferecendo-lhe salvação (v. 9). Não se deixe deter por suas limitações, nem pelas formas de uma falsa religião que, como esta multidão, lhe impediria de ver “Jesus tal como é”, nem tampouco por temer a opinião dos outros. O Mestre está lhe chamando pelo seu nome, “Pois me convém ficar hoje” em seu coração. Você irá deixá-LO passar?

Uma resposta

  1. QUE DEUS TE ABENÇOE NESTA OBRA ABENÇOADA FIQUEM NA PAZ DO SENHOR JESUS.

Comentários encerrados.