Todo Dia Com as Escrituras

Êxodo 34:27-35 (leia aqui)

Não é possível estar em contato com Deus, desfrutar das revelações de Sua graça, sem que haja uma negação de si mesmo externamente. A face de Moisés brilhava, embora ele mesmo não soubesse disso. Através da alegria em sua face, cada filho de Deus deveria naturalmente manifestar às pessoas à  sua volta a felicidade que possui. Que o mundo veja em nós algum reflexo do amor de Jesus! Paulo explica aos coríntios por que Moisés colocou um véu sobre sua face. Antes de o Senhor descer à terra, nem mesmo o reflexo da glória divina podia ser suportado pelo homem pecador e precisava ser ocultado. Mas o véu, “em Cristo, é removido”. De fato, quando Jesus veio, Deus pôde finalmente ser visto nEle em toda a glória de Sua graça. Conseqüentemente, contemplamos agora, pela fé, o Senhor Jesus com a face descoberta e somos transformados moralmente passo a passo na Sua gloriosa imagem (2 Coríntios 3:14-18).

Outro privilégio de Moisés foi “falar com ele” (v. 35). Esta expressão ocorre três vezes nestes poucos versículos. Que honra para este homem de Deus, e que prova de íntimo relacionamento com Deus! Não há uma ligação entre o fato de uma comunhão ininterrupta com o Senhor e uma face irradiante? Que Deus nos capacite a compreender tanto uma como outra!

%d blogueiros gostam disto: