Todo Dia Com as Escrituras

Êxodo 26:15-30 (leia aqui)

Os três lados do Tabernáculo eram feitos de tábuas de madeira de acácia, revestidas de ouro e colocadas verticalmente sobre bases de prata. Uma figura de almas salvas, firmemente estabelecidas na redenção da qual a prata fala claramente, e de justiça divina (o ouro) na superfície, cuja finalidade é demonstrar o caráter divino, o qual deve ser agora manifestado. Mas, a fim de que as tábuas se conservassem unidas e suportassem o vento do deserto, era ainda necessário que tivesse encaixes, os quais nos levam a pensar em tudo o que une os filhos de Deus: por exemplo, os ternos vínculos fraternais de amor. Que encorajamento para um jovem crente ter um irmão ou amigo com quem falar de suas dificuldades e com quem ajoelhar e orar a Deus! Acima de tudo, “um só Espírito” une todos os salvos do Senhor de tal maneira que permaneçam “bem ajustados e consolidados”, para que possam resistir a “todo vento de doutrina” e aos esforços do inimigo para fazê-los tropeçar (Efésios 4:2-4; 14-16; veja também 1 Coríntios 10:12). Finalmente, observe em particular aquilo que caracterizava os cantos das tábuas: elas estavam perfeitamente ajustadas (v. 24; veja João 17:21 e 1 Coríntios 1:10). Um elo mútuo com o Senhor é o que consolida os vínculos de comunhão entre os cristãos.