◄ Filipenses 3: 8 ►

Filipenses 3: 8
Versos Paralelas
Nova Versão Internacional
O que é mais, considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por quem perdi todas as coisas. Eu os considero lixo, para que eu possa ganhar a CristoNova Tradução Sim, tudo o resto não vale nada quando comparado com o valor infinito do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor. Por causa dele eu ter descartado tudo o mais, contando tudo como lixo, para que eu pudesse ganhar a Cristo Inglês Standard Version Na verdade, eu conto tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor. Por causa dele sofri a perda de todas as coisas e as considero como refugo, para que possa ganhar a Cristo New American Standard Bible Mais do que isso, considero tudo como perda, tendo em vista o valor de excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, pelo qual sofri a perda de todas as coisas, e as considero como lixo, para que eu possa ganhar a Cristo, King James Bible Sim, sem dúvida, e eu contar todas as coisas , mas a perda para a excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; para qual sofri a perda de todas as coisas, e as considero mas esterco, para que possa ganhar a Cristo, Holman Standard Bible Christian Mais do que isso, eu também considero tudo para ser uma perda, tendo em vista o valor de excelência do conhecimento de Cristo Jesus meu Senhor. Graças a Ele sofri a perda de todas as coisas e considerá-los sujeira, para que eu possa ganhar a Cristo Internacional Standard Version O que é mais, eu continuo a considerar todas essas coisas para ser uma perda, por causa do que é muito mais valioso, sabendo o Messias Jesus, meu Senhor. É por causa dele que eu tenho experimentado a perda de todas estas coisas. Na verdade, eu as considero como esterco, a fim de ganhar o Messias NET Bíblia Mais do que isso, eu agora considerar todas as coisas como passivo em comparação com o valor muito maior do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por quem sofri a perda de todas as coisas- na verdade, eu os considero como esterco – que possa ganhar a Cristo, aramaico Bíblia em Inglês Plain eu também considerar todas essas coisas uma perda para a majestade do conhecimento de Yeshua, o Messias, meu Senhor, por quem ele já perdi tudo, e considero tudo isso como um monte de esterco, para que possa ganhar a Cristo, DEUS WORD® Tradução É muito mais do que isso! Eu considero tudo o mais inútil, porque eu sou muito melhor conhecer a Cristo Jesus, meu Senhor. É por causa dele que eu penso em tudo quanto inútil. Eu joguei tudo fora, a fim de ganhar CristoJubilee Bíblia 2000 E, sem dúvida eu mesmo contar todas as coisas como perda pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por quem sofri a perda de todas as coisas e as considero como refugo , para que eu possa ganhar a Cristo King James Bible 2000 Sim, deveras considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas as coisas, e as considero como lixo, que eu possa ganhar a Cristo, americano King James Version Sim, sem dúvida, e eu considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas as coisas, e as considero como esterco, que eu possa ganhar a Cristo, American Standard Versão Yea em verdade, e eu considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas as coisas, e as considero como refugo, para que eu possa ganhar a Cristo,Douay-Rheims Bíblia Além disso, eu considero tudo para ser, mas a perda para o excelente conhecimento de Jesus Cristo, meu Senhor;para qual sofri a perda de todas as coisas, e contá-los, mas como refugo, para que possa ganhar a Cristo: Darby Tradução da BíbliaMas certamente eu também considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor , por conta da qual sofri a perda de todos, e contá-los para ser sujeira, para que eu possa ganhar a Cristo; Inglês Versão Revista Sim, na verdade, e eu considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas as coisas, e as considero como refugo, para que possa ganhar a Cristo, de Webster Tradução da Bíblia Sim, sem dúvida, e eu considero tudo como perda, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor : para qual sofri a perda de todas as coisas, e as considero ser esterco, para que possa ganhar a Cristo,Weymouth Novo Testamento Não, eu mesmo contar todas as coisas como perda pura por causa do privilégio inestimável do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor . E por causa dele sofri a perda de tudo, e considero tudo como mero lixo, a fim de que eu possa ganhar a Cristo e ser encontrado em união com Ele, Mundial Inglês Bíblia Sim certamente, e eu considero tudo como perda, para a excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, pelo qual sofri a perda de todas as coisas, e as considero como refugo, para que possa ganhar a Cristo de Young Tradução literal sim, na verdade, e eu considero tudo como perda, , por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por causa de quem de todas as coisas que eu sofri a perda, e as considero como refugo, para que possa ganhar a Cristo, e seja achado no Comentários Paralelas

Comentário Conciso de Matthew Henry

3: 1-11 Os cristãos sinceros nos gloriamos em Cristo Jesus. O profeta chama os falsos profetas cães mudos, Isa 56:10; ao qual o apóstolo parece referir-se. Os cães, por sua malícia contra professores fiéis do Evangelho de Cristo, latindo para eles e mordendo-os. Insistiram obras humanas em oposição à fé de Cristo; mas Paulo os chama de maus-trabalhadores. Ele os chama a concisão; como eles alugar a igreja de Cristo, e cortá-la em pedaços. O trabalho da religião é sem propósito, a menos que o coração está nele, e nós devemos adorar a Deus na força e graça do Espírito Divino. Eles nos gloriamos em Cristo Jesus, e não em meros prazeres exteriores e performances. Nem podemos muito sinceramente proteger contra aqueles que se opõem ou abusar da doutrina da salvação gratuita. Se o apóstolo teria gloried e confiança na carne, ele tinha tanto causa como qualquer homem.Mas as coisas que ele contados ganho enquanto um fariseu, e contava-se, aqueles que considerei perda por Cristo. O apóstolo não persuadi-los a fazer qualquer coisa, mas o que ele mesmo fez; ou se aventurar em qualquer coisa, mas que, em que ele mesmo se aventurou a sua alma imortal. Ele considera todas estas coisas para ser, mas perda, comparado com o conhecimento de Cristo, pela fé em sua pessoa e salvação. Ele fala de todos os prazeres mundanos e privilégios externos que procuravam um lugar com Cristo em seu coração, ou poderia fingir qualquer mérito e deserto, e contou-los, mas a perda; mas pode-se dizer, é fácil de dizer isso; mas o que ele faria quando ele veio para o julgamento? Ele tinha sofrido a perda de todos os privilégios de um cristão. Não, ele não só contou-as perdas, mas o lixo mais vil, miudezas jogados para cães; não só menos valiosos do que Cristo, mas no mais alto grau desprezível, quando configurado como contra ele. O verdadeiro conhecimento de altera a Cristo e mudanças homens, seus julgamentos e costumes, e torna-los como se fossem feitos de novo de novo. O crente prefere Cristo, sabendo que é melhor para nós estar sem todas as riquezas do mundo, que sem Cristo e sua palavra. Vamos ver o que o apóstolo resolveu unir-se a, e que era Cristo e do céu. Estamos desfeita, sem justiça, em que comparecer diante de Deus, pois somos culpados. Há uma justiça fornecida por nós em Jesus Cristo, e é uma justiça completa e perfeita. Ninguém pode ter o benefício por ele, que confiam em si mesmos. A fé é o meio designado para a aplicação do benefício poupança. É pela fé no sangue de Cristo. Estamos conformados à morte de Cristo, quando morremos para o pecado, como ele morreu para o pecado; e o mundo está crucificado para nós, e para o mundo, junto à cruz de Cristo. O apóstolo estava disposto a fazer ou sofrer qualquer coisa, para atingir a gloriosa ressurreição dos santos. Esta esperança e perspectiva levou-o através de todas as dificuldades em seu trabalho. Ele não espero que para alcançá-lo através de seu próprio mérito e justiça, mas pelo mérito e justiça de Jesus Cristo. Pulpit Commentary versículo 8.Sim, sem dúvida, e eu considero tudo como perda . Ele se apega a verdade que uma vez que ele aprendeu; ele ainda conta todas as coisas como perda em comparação com a única coisa necessária. As partículas usadas aqui (ver Winer, seita. Liii.) Correta e fortalecer a afirmação do último verso, tanto quanto ao tempo, “eu conto”, e como a medida, “todas as coisas”, e não apenas os privilégios mencionado acima . Para a excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor . A preposição pode ser traduzida como “por causa de”, como em ver. 7, ou “por causa de”. O conhecimento de Cristo é uma bênção tão superando e transcendente que nada mais é digno de ser chamado de bom em comparação com a que um bem maior. . Sua glória, como o sol nascente, oprime e esconde todas as luzes menores . Meu Senhor O pronome expressa o calor do seu afeto, a comunhão pessoal estreita entre o apóstolo e Salvador (cap. 1: 3). Para quem tenho sofreu a perda de todas as coisas ; em vez disso, eu sofri a perda de ; literalmente, fui multado ou mulcted ; o aoristo se refere ao tempo de sua conversão. Todas as coisas ( τὰ πάντα ); tudo o que eu tinha no mundo, meu tudo, todas as coisas juntas (comp.Romanos 8:32 ). Ele perdeu o tudo por Cristo, por amor de possuir Cristo: com Cristo, Deus vai dar-lhe livremente todas as coisas ( τὰ πάντα novamente ). E as considero como refugo, para que possa ganhar a Cristo . Σκύβαλα (também em Ecclus. 27: 4); esterco, ou talvez recusar, a carne dos cães; comp. Mateus 15:26, 27 . Lá, os judeus eram as crianças, os cães gentios. St. Paul aqui, como em ver.2, inverte os termos da comparação; os privilégios legais do nee judeu, mas como migalhas jogadas aos cães em comparação com as ricas bênçãos do evangelho. Comp. também Mateus 16:26 , onde nosso Senhor usa os mesmos verbos, perder e ganhar; todo o mundo é, mas a perda, o Salvador diz que, em comparação com a alma imortal. A perda de um é tudo neste mundo (St. Paul ecoa as palavras sagradas) é em nada; todas as coisas juntas são como o esterco, em comparação com a única coisa que São Paulo tão almejada para ganhar, o próprio Cristo – a sua presença na alma, união espiritual com o Senhor. “Para ganhar a Cristo é lançar mão rápido sobre ele, para recebê-lo interiormente em nosso íntimo, e de modo a torná-lo nosso e nós o Seu, para que possamos ser unidos a ele como nossa cabeça, desposada com ele como nosso Marido, incorporados em -lo como nosso alimento, enxertados nele como nosso estoque, e colocou em cima dele como uma certeza Foundation “(Bishop Hall, ‘Cristo Místico”, cap. 6, citado pelo Bispo EIlicott). Exposição da Bíblia inteira de Gill Sim, sem dúvida, e eu considero tudo como perda, …. Não só as coisas antes mencionado, mas nada, e tudo o mais, mas Cristo, ou que estavam em concorrência com ele, ou eram curtos dele;como suas partes naturais e adquiridas; toda a extensão do aprendizado que ele tinha atingido; tudo o que a honra, crédito, reputação e popularidade que ele estava em conhecimento e devoção; toda a substância mundana, os confortos da vida, e da própria vida; e toda a sua justiça, desde a conversão, bem como antes; deste, sem dúvida, poderia ser feita por aqueles que ele, seus princípios e suas práticas sabia: e tudo isso por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor: “pelo conhecimento de Cristo” não significa, subjetivamente o conhecimento que está em Cristo, ou que ele tem dos outros, seja como Deus ou do homem; mas objetivamente, que o conhecimento que os crentes têm dele, que o conhecem não só em sua pessoa, como Deus sobre todos, mas como Salvador e Redentor, e como a deles; elas conhecem-no em todas as suas relações, e particularmente como seu Senhor, não pela criação única, mas por redenção e graça, como o apóstolo fez, colocando uma ênfase sobre estas palavras: “Meu Senhor”; expressando assim a sua fé de interesse por ele, seu grande afeto por ele, e alegre submissão a ele. E esse conhecimento não é geral, mas especial, espiritual e salvamento; é um conhecimento de aprovação de Cristo acima de todos os outros; um fiducial, que tem fé nele se juntou com ele, e é ao mesmo tempo experimental e, prático, e, pelo menos, às vezes, apropriando-se; e, embora imperfeita, é progressiva e capaz de ser aumentado, e será finalmente levada à perfeição. Ele é atingido, não pela luz da natureza, nem com a ajuda da razão carnal, nem pela lei de Moisés, mas pelo Evangelho da graça de Deus, como um meio;e a causa eficiente do que é Pai, Filho e Espírito; Pai revela Cristo nos seus santos; Filho lhes dá uma compreensão de conhecê-lo; e do Espírito é um espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dele; e este conhecimento é muito excelente: um conhecimento espiritual de Cristo é mais excelente do que um geral e fictícia, ou de um conhecimento de Cristo segundo a carne; e do conhecimento de Cristo sob a dispensação do Evangelho, embora o mesmo na natureza, é mais excelente do que o que estava sob a dispensação legal, por promessas, profecias e da lei cerimonial, em grau, extensão, e clareza; mas o mais excelente conhecimento de Cristo é a dos santos no céu; sim, há uma excelência no que os santos têm aqui na terra, e um superior a todos os outros conhecimentos, se o autor e original de se considerar: não de nós mesmos é, nem com a ajuda de homens; que não está no livro da natureza, nem nas escolas dos filósofos; não é de terra, nem terrestre, mas vem de longe, do alto, do céu, da parte de Deus Pai das luzes; é um dom livre graça, um distintivo, e é muito abrangente, indescritível, e imutável: e quanto ao objeto do mesmo, que é Cristo, o primeiro entre dez mil; que fez o céu, a terra e mar, e tudo o que neles há, o sol, a lua e as estrelas, homens e animais, pássaros e peixes, fósseis, minerais, vegetais e tudo na natureza; e, portanto, o conhecimento dele deve ser superior ao conhecimento de tudo o mais; e, o que aumenta a sua excelência, faz Cristo precioso, se envolve fé e confiança nele, influencia a vida e conversa, humilha a alma, e cria nele verdadeiro prazer e satisfação; quando todos os outros conhecimentos enche de amor-próprio, orgulho e vaidade, e aumenta a tristeza; Considerando que esta não é apenas útil na vida, mas apoia, como sob as aflições, de modo a vista da morte e da eternidade; através dele a graça é recebida agora, e por ele na glória;pois é o início, sincero e penhor da vida eterna. Bem pode o crente considero tudo como perda, por isso, como o apóstolo fez;acrescentando que, para confirmação do que ele havia afirmado, para qual sofri a perda de todas as coisas; ele deixou cair toda a confiança em seus privilégios carnais, e civis, cerimonial, e retidão moral, por Cristo e sua justiça; ele partiu com tudo para essa pérola de grande valor; ele perdeu o seu bom nome, crédito e reputação entre os homens, e sofreu aflições e perseguições em várias formas; ele perdeu os confortos da vida, sendo, muitas vezes, em frio e nudez, em fome e sede, e estava pronto para sofrer a perda da própria vida por professar e pregar a Cristo: e as considero como refugo; ou a carne de cão; veja Filipenses 3: 2 ; o que só serve para ser lançado aos cães, como a palavra significa; e pretende cada coisa que é base, médio, e sem valor; como as fezes dos homens, as borras e borras de bebida alcoólica, a queda de frutos, palha, palha, a escória de metais, esterco e que não: para que ele estimava a sua descida carnal; sua forma e seita da religião, e zelo na mesma; a sua justiça cerimonial e moral, antes e depois da conversão; e tudo da criatura, ou o que era seu, e de carne, sendo da mesma opinião com a igreja de idade, que contado suas justiças, o melhor, e de toda a eles, como “trapos de imundícia”. O apóstolo expressa próximo o seu fim e vistas neste, para que eu possa ganhar a Cristo; não obter um interesse por ele, por isso ele já tinha, e ele sabia que tinha, e que ele nunca deve perdê-la; e, além disso, um interesse em Cristo não é uma coisa que começa no tempo, mas começou desde toda a eternidade; e não é obtido em tudo, não por boas obras, nem arrependimento, nem a fé; para estes, se direito e genuíno, são os frutos e os efeitos de um interesse em Cristo, mas é o que é dado livremente. Significado do apóstolo é, quer que ele pode ganhar ou adquirir um maior conhecimento de Cristo; e ele não se importava o que dói ele tomou, quais as despesas que ele estava, nem o que a perda sofrida pelo que ele estima o mais excelente, e para o qual ele já havia sofrido a perda de todas as coisas; e se ele tinha mais a perder, ele poderia participar com ele de boa vontade para mais deste conhecimento; comparar Filipenses 3:10; ou o seu sentido é que ele pode ganhar por Cristo, ou que Cristo fosse ganhar com ele, como ele descobriu que ele seja, e como ele é para todos os crentes; que por se despede com tudo por Cristo, ganha muito por ele, como uma justiça justificadora, a aceitação de Deus, a paz, o perdão, a vida, graça e glória. Bíblia Jamieson-Fausset-Brown Commentary 8. Sim, sem dúvida Os manuscritos mais antigos omitem “sem dúvida” (em grego, “ge”): traduzir “, nay mais.” Não só “tem eu contei” aquelas coisas que acabamos de mencionar “perda por causa de Cristo, mas, além disso, eu mesmo fazer considero tudo como perda,” & c. para a excelência grego, “Por conta da excelência superando (a supereminence acima . todos eles) do conhecimento de Cristo Jesus ” meu Senhor que crêem e apropriação daquele amor (Sl. 63: 1; João 20:28) . para whom- “por conta de quem” sofri a perda de não apenas I “contados” eles “perda”, mas, na verdade, perdeu-los.todas as coisas O grego tem o artigo, referindo-se aos anteriores “todas as coisas”; “Eu sofri a perda de todos eles.” dung grego “, recusar (como excrementos, escória, escória) elenco para os cães”, como a derivação expressa. A “perda” é de algo que tem valor; mas “recusar” é jogado fora como não é digno de ser mais tocado ou olhado. Ganha-Translate, estar de acordo com a tradução, Php 3: “. ganho de Cristo” 7, Um homem não pode fazer outras coisas seu “ganho” ou chefe de confiança, e ao mesmo tempo “ganho de Cristo.”Aquele que perde todas as coisas, e até mesmo, por causa de Cristo, ganha Cristo: Cristo é dele, e ele é de Cristo. (So 2:16; 6: 3; Lu 09:23, 24; 1 Coríntios 3:23) Filipenses 3: 8 comentários adicionais

Contexto
Conhecer Cristo é acima de tudo
7 Mas tudo o que para mim era lucro, essas coisas que eu considerei perda por causa de Cristo. 8 Mais do que isso, considero tudo como perda, tendo em vista o valor de excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, pelo qual sofri a perda de todas as coisas, e as considero como lixo, para que eu possa ganhar a Cristo, 9 e pode ser encontrado nele, não tendo a minha justiça que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a justiça que vem de Deus com base na fé, …
Cross References
Salmo 73:25
A quem tenho eu no céu, mas você? E na terra não há quem eu deseje além de ti. Jeremias 09:23 Isto é o que o Senhor diz: “Não deixe a ostentação sábio da sua sabedoria, nem o forte se orgulhar de sua força nem o rico gabar-se de suas riquezas, João 17: 3 Agora, esta é a vida eterna:. que eles te conheçam, o único Deus verdadeiro, ea Jesus Cristo, a Quem enviaste Romanos 8:39 nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.Efésios 4:13 até que todos cheguemos à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus e tornar-se maduro, atingindo a medida da plenitude de Cristo. Filipenses 1: 1 Paulo e Timóteo, servos de Cristo Jesus, para santos todo o povo de Deus em Cristo Jesus em Filipos, com os bispos e diáconos: Filipenses 3:10 Eu quero conhecer a Cristo – sim, conhecer o poder da sua ressurreição ea participação em seus sofrimentos , tornando-se como ele em sua morte, Filipenses 3:12 Não que eu o tenha obtido tudo isso, ou que já tenham chegado a minha meta, mas eu prossigo para conquistar aquilo para o qual Cristo Jesus tomou conta de mim. 2 Pedro 1 : 2Graça e paz vos sejam dadas em abundância por meio do conhecimento de Deus e de Jesus, nosso Senhor. 2 Pedro 1: 3 Seu divino poder nos deu tudo o que precisa para uma vida piedosa, pelo conhecimento completo daquele que nos chamou por sua própria glória . e bondade 2 Pedro 1: 8 Pois, se você possui essas qualidades em crescente medida, eles vão mantê-lo de ser ineficaz e improdutiva em seu conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo.

THE HOLY BIBLE, NEW INTERNATIONAL VERSION®, NIV® Copyright © 1973, 1978, 1984, 2011 by Biblica®.

The Holy Bible, New Living Translation, copyright ©1996, 2004, 2007. Used by permission of Tyndale House Publishers, Inc., Carol Stream, Illinois 60188.

The Holy Bible, English Standard Version® copyright © 2001 by Crossway Bibles, a publishing ministry of Good News Publishers.

New American Standard Bible Copyright © 1960 – 1995 by The Lockman Foundation.

Holman Christian Standard Bible®, Copyright © 1999, 2000, 2002, 2003, 2009 by Holman Bible Publishers.

International Standard Version Copyright © 1996-2008 by the ISV Foundation.

NET Bible copyright © 1996-2006 by Biblical Studies Press, L.L.C. http://netbible.com.

GOD’S WORD® is a copyrighted work of God’s Word to the Nations. Copyright 1995.

The King James 2000 Bible, copyright © Doctor of Theology Robert A. Couric 2000, 2003

The Pulpit Commentary, Electronic Database. Copyright © 2001, 2003, 2005, 2006, 2010 byBibleSoft, inc.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: