Tornai-vos para mim, diz o Senhor dos Exércitos, e eu me tornarei para vós outros, diz o Senhor dos Exércitos. Zacarias 1.3

 

 

Na vida dos cristãos existe o risco de uma trágica e funesta mudança de rumo que os faz se desviar do melhor que Deus deseja lhes dar. Salomão deu meia-volta no caminho da obediência ao Senhor, e o Senhor tomou dele o reinado. Himeneu e Alexandre voltaram atrás no caminho da fé viva, tornaram-se blasfemadores e foram entregues a Satanás. A Igreja de Jesus corre o perigo de se desviar do caminho do Cordeiro, pois deixando o primeiro amor, e não se arrependendo, seu candeeiro será removido. O Senhor chama constante e insistentemente para que retornemos a Ele, para que mudemos e corrijamos o rumo em que nos encontramos. Ele toca suavemente em nosso coração: “Convertei-vos, pois, ó filhos de Israel, àquele de quem tanto vos afastastes.” Ele o faz lamentando: “Porque o meu povo é inclinado a desviar-se de mim; se é concitado a dirigir-se acima, ninguém o faz.” Ele nos chama a retornarmos para Ele e o faz perdoando: “Desfaço as tuas transgressões como a névoa, e os teus pecados como a nuvem; torna-te para mim, porque eu te remi.” Ele também chama e inclui uma promessa: “Tornai-vos para mim… e eu me tornarei para vós outros.” Nesse contexto, só faz sentido orarmos ao Senhor: “Volta-te, Senhor!” se estivermos realmente dispostos a retornar para Ele!

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: