Lucas 17:20-37

Contra toda lógica, os fariseus se preocupam com o tempo quando virá o reino de Deus… enquanto por outro lado se recusam a reconhecer e receber o Rei que está no meio deles (v. 21). O reino de Deus, freqüentemente mencionado no Evangelho de Lucas, é a esfera, o domínio onde os direitos de Deus são reconhecidos. Compreende primeiro o céu, e por esta razão encontramos também, especialmente em Mateus, a expressão “o reino dos céus”.

Devia, porém, se estender também a Israel e à Terra. Foi quando o Rei, com o propósito de colocar os Seus súditos à prova, veio entre eles sob um humilde aspecto, a saber, sem chamar a atenção, (v. 20) e como tal foi rejeitado. Qual foi o resultado? O reino agora subsiste somente em sua forma celestial. É verdade que no dado momento ele será estabelecido sobre a Terra, mas por meio de juízos repentinos e terríveis. O dilúvio e a súbita destruição de Sodoma são solenes ilustrações para isso (quanto mais solenes são as dos v. 27-30 para a nossa época!). Porém já existe um domínio onde os direitos morais do Senhor são reconhecidos desde agora: nos corações dos que pertencem a Ele. Amigo, o seu coração é um “distrito” do reino de Deus?

Extraído do “