Então, disse o Senhor a Josué: Olha, tenho dado na tua mão a Jericó (Josué 6:2).

Meditações sobre o livro de Josué(Leia Josué 6:15-27)

Quão ridículo e ineficaz deve ter parecido aos moradores de Jericó essa marcha com trombetas tocando ao redor dos muros da cidade. Que tipo de cerco era aquele? Certamente houve muita zombaria! Mas “Deus escolheu… as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes” (1 Coríntios 1:27). A fé age de sua própria maneira invisível, ao contrário das impressionantes armas visíveis que a humanidade usa. Se nossa fé for como um grão de mostarda, ao crermos na promessa do Senhor, Deus removerá os obstáculos apavorantes do nosso caminho (Mateus 17:20). Também sabemos que “as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas” (2 Coríntios 10:4). Utilizemos a invencível arma da oração. Se existem obstáculos como Jericó, aprendamos a circundá-los com o Senhor (a arca), erguendo nossa voz a Deus, como Israel fez. Então, quando chegar o tempo que Ele designou, veremos cair as muralhas da mesma maneira que caíram as muralhas de Jericó no sétimo dia.

Israel recebeu um aviso que todos podem entender: a cidade estava amaldiçoada. Somente Raabe e sua família seriam poupadas como resultado da fé por ela demonstrada.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: