Porventura, não te escrevi excelentes coisas acerca de todo conselho e conhecimento, para te fazer saber a certeza das palavras de verdade? (Provérbios 22:20-21).

Meditações sobre o livro de Josué (Leia Josué 5:1-15)

Agora estamos na praia da ressurreição! O que descobrimos? Em primeiro lugar, descobrimos que, para nossa aflição, os inimigos externos reapareceram. Coragem! Eles são fracos (v. 1), já foram vencidos por Cristo na cruz (Colossenses 2:15). Nossa inimiga interna, a carne, também está presente. Mas eles todos não foram pronunciados mortos e enterrados nas profundezas do Jordão? Certamente! Aos olhos de Deus, é lá que eles estão. No entanto, temos de considerar a nós mesmos mortos para o pecado (Romanos 6:11), reconhecendo que o pecado não mais tem autoridade para nos dominar. A circuncisão representa esse julgamento com o qual temos de julgar cada manifestação da carne em nós. Quando isso é feito, descobrimos quais recursos e alegria nos esperam na “praia” dos lugares celestiais. Em primeiro lugar.

Então, a novidade da terra, que substituiu o maná, é uma figura do Cristo glorificado por meio do qual cada redimido é alimentado. Vem a páscoa; ela foi celebrada sob as muralhas de Jericó. “Preparas-me uma mesa na presença dos meus adversários” (Salmo 23:5). Por fim, havia um Anjo prometido pelo Senhor (Êxodo 23:23). Ele também é uma figura de Jesus que está nos céus agindo em nosso favor e comandando nossas batalhas.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: