Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida. Estas coisas vos escrevi a vós, os que credes no nome do Filho de Deus, para que saibais que tendes a vida eterna, e para que creiais no nome do Filho de Deus (1 João 5:12-13).

A coisa mais importante

Eu descobri a fé viva no Senhor Jesus. Algum tempo depois, encontrei o sacerdote da região em que morava. Eu não freqüentava a igreja com regularidade, portanto, ele não me conhecia.

“Boa tarde, senhor…”, e disse o nome dele.

“Você me conhece, rapaz?”

“Sim, eu costumava ir à sua congregação de vez em quando.”

“Ah, e você se mudou?”

“Não, eu deixei a sua igreja.”

“Por quê?”, perguntou com uma expressão de espanto no rosto.

“Agora eu freqüento um pequeno grupo cristão com minha família. Eu, minha esposa e filha encontramos a fé viva no Senhor Jesus Cristo. Minha vida mudou e eu desejo segui-Lo.” Para minha surpresa, ele respondeu com uma convicção genuína: “Essa é a coisa mais importante”.

Conversamos mais um pouco e nos despedimos. Nunca mais nos encontramos desde então, porém estou convencido que o verei novamente no céu. Aquele que pode afirmar que o Senhor Jesus Cristo e a fé nEle é a coisa mais importante da vida de uma pessoa tem o Filho de Deus, e quem tem o Filho de Deus tem a vida eterna. Jesus Cristo é “o verdadeiro Deus e a vida eterna” (1 João 5:20).

Todas as outras instituições e atividades, necessárias até, não são a coisa mais importante no que se refere à fé. Temos de ter o perdão dos nossos pecados e a vida eterna pela fé no Senhor Jesus. Sem isso, nossa vida não tem qualquer valor ou sentido.

Extraído do devocional “