Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus (Mateus 18:3).

Encontrando a direção certa

Perder o rumo é uma experiência pela qual todos já passaram alguma vez na vida, quer caminhando ou dirigindo. Um desvio nem sempre é a solução do problema: retornar ao início da jornada às vezes é a única forma de encontrar a direção correta, especialmente quando se trilhou o caminho oposto.

Qualquer pessoa que vá na direção errada e ainda alimente a esperança de chegar ao destino é, no mínimo, um tolo. Está apenas aumentando seu problema.

Você pode imaginar essa situação sendo aplicada à sua vida: estando na rota errada, temporária ou permanentemente, e terminando em uma catástrofe?

É assim que Deus vê as coisas; é a verdadeira condição em que cada indivíduo se encontra desde o nascimento. A Bíblia afirma: “Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Romanos 3:23). Isso significa que todos nós falhamos em alcançar o padrão estabelecido por Deus que corresponde à Sua santidade.

O interessante é que hoje em dia as pessoas não falam mais que “pecaram”, e, sim, que têm “problemas”. Se continuarmos ignorando esse fato, estaremos irremediavelmente perdidos. E quantos nem percebem isso!

A saída é: volte e corrija seus erros. Em um dos mais antigos livros da Bíblia, lemos: “Se te voltares ao Todo-Poderoso, serás edificado” (Jó 22:23). Portanto, a mensagem de hoje é: volte-se para Deus e peça que Ele mesmo lance os alicerces de sua vida. Faça isso enquanto há tempo para corrigir o rumo.

Extraído do devocional “