O Filho do homem será entregue aos príncipes dos sacerdotes, e aos escribas, e condená-lo-ão à morte. E o entregarão aos gentios para que dele escarneçam, e o açoitem e crucifiquem, e ao terceiro dia ressuscitará (Mateus 20:18-19).

Jesus vive!

No terceiro dia depois de Sua morte, Jesus Cristo ressuscitou. Ele havia anunciado de antemão aos Seus discípulos que seria crucificado e ressuscitaria. Isso também estava escrito profeticamente no Antigo Testamento e foi o que aconteceu de fato no domingo pela manhã.

Entre Sua ressurreição e ascensão ao céu, Ele permaneceu quarenta dias neste mundo. Durante esse tempo foi visto muitas vezes por mulheres piedosas e pelos discípulos, com os quais comeu. Também foi visto por mais de quinhentas pessoas de uma única vez. Essas testemunhas poderiam negar a ressurreição do Senhor Jesus se isso não fosse verdade(1 Coríntios 15:6). Os apóstolos presenciaram Sua ascensão ao céu. Enquanto os abençoava, Jesus Cristo foi levado para cima.

Mais tarde o apóstolo Paulo O viu em glória quando se dirigia para Damasco, lugar onde perseguiria os cristãos. De repente, brilhou uma forte luz e, do céu, o Senhor Jesus falou com ele.

Jesus, portanto, está vivo no céu. Ele me vê, me protege, me ensina e me orienta. Tenho um relacionamento de confiança com Ele. “E ao anjo da igreja que está em Esmirna, escreve: Isto diz o primeiro e o último, que foi morto, e reviveu” (Apocalipse 2:8).

“Sim, Tu vives, e no céu A coroa recebeste. E Contigo me encontrar, Quero na mansão celeste O Teu rosto contemplar Oh! que glória hei de gozar!”

(Hinos Espirituais, hino 27)

Extraído do devocional “Boa Semente” – literatura@terra.com.br

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: