Visto que todas essas coisas hão de ser assim desfeitas, deveis ser tais como os que vivem em santo procedimento e piedade,

2 Pedro 3:11-18

As exortações finais, ao contrário das anteriores, não se tratam das “preciosas e mui grandes promessas” (1:4), mas da instabilidade de todas as coisas do presente. Faça um inventário de todos os bens materiais que lhe são de grande valor e escreva sobre eles o seguinte: “todas essas coisas hão de ser assim desfeitas…”. Dessa forma nos protegeremos do apego à matéria. O fato de saber estas coisas de antemão deveria induzir a uma vida de santo procedimento e piedade (outro termo característico de Pedro [veja 1 Pedro 1:15,18; 2:12; 3:1-2, 16]). Nada nos estimula mais à separação do mundo e do mal que o pensamento do retorno iminente do Senhor. Igualmente, nada nos incita tanto ao evangelismo, já que Sua vinda marcará o final de Sua paciência para a salvação (v. 15). Empenhemo-nos, pois, a fim de sermos achados irrepreensíveis em Seu retorno (v. 14; Filipenses 1:10), tendo crescido em Sua graça e em Seu conhecimento (v. 18).

O apóstolo cumpriu a sua missão; agora ele está pronto para “deixar seu tabernáculo”. Ao dar glória “agora e para sempre” ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, ele conduz nosso pensamento ao dia eterno que anelamos pela fé

Extraído do “Guia Devocional do Novo Testamento” – literatura@terra.com.br

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: