Então mandou Faraó chamar a José, e o fizeram sair logo do cárcere; e barbeou-se e mudou as suas roupas e apresentou-se a Faraó.

Gênesis 41:14-36 (leia aqui)

Assim como aquele Faraó ficou perturbado com um sonho, os homens de hoje também são inquietos e ansiosos. O futuro lhes preocupa. Sentem que estão à mercê de catástrofes imprevisíveis.A Bíblia, porém,  contém tudo que o homem pode saber sobre o futuro. Mas essas profecias são incompreensíveis para os que não possuem o Espírito de Deus. É em vão que o Faraó consulta os homens mais sábios de seu reino. Diante de Deus, toda a sabedoria humana torna-se insuficiente. Então José aparece. As portas da prisão são abertas para ele. Ele vem com a sabedoria do alto para trazer “resposta favorável a Faraó” (v. 16) — que seja para salvação. Ele não hesita em dizer que esta resposta vem de Deus e não de si mesmo (compare com Daniel 2:28).

O cristão que conhece sua Bíblia sabe mais sobre o futuro do mundo que a maioria dos políticos perspicazes. Mediante o Espírito Santo, Deus “nos deu entendimento” (vide 1 João 5:20; 2:20 e João 16:13).

Espiritualmente falando, a nossa época é um período de grande abundância. Ela será seguida no mundo por um período de fome predita pelos profetas: “Não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor” (Amós 8:11 – ERC). O período da graça terá chegado ao fim. Leitor, você está pronto?

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: