Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor (Romanos 6:23).

Vida eterna – uma doce ilusão?

Há pouco tempo, um curto artigo foi publicado no jornal com o seguinte título: “Vida eterna – até agora apenas uma doce ilusão”. Segundo o artigo, os cientistas consideram possível que um dia a expectativa de vida chegue a cem anos, mas a conclusão foi: “uma idade excessivamente longa simplesmente não é possível”.

Certamente que a vida eterna é uma utopia neste mundo passageiro. Há razões mais que suficientes para isso. Quando Deus criou a humanidade, Ele a projetou para viver uma vida feliz na terra sob as circunstâncias mais favoráveis que se pode imaginar. Mas a Sua criatura transgrediu o único mandamento imposto: Adão e Eva comeram o fruto proibido e falharam no teste de obediência.

Deus os advertiu, e a morte entrou, afetando a vida deles e se tornando o maior inimigo do homem. O apóstolo Paulo escreveu aos Romanos: “Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram” (5:12).

A vida eterna é uma realidade! Deus forneceu uma saída para essa situação desesperadora. A Bíblia testifica que pela fé em Cristo, o Filho de Deus, qualquer pessoa pode obter a nova e duradoura vida divina. Mas para isso é preciso admitir que somos pecadores e confessar nossos pecados a Deus, crendo na obra expiatória do Senhor Jesus.

Então Deus nos dará a vida eterna, uma vida que viveremos para sempre, uma vida além de toda imaginação humana.

Extraído do devocional “Boa Semente” – literatura@terra.com.br

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: