E ISAQUE chamou a Jacó, e abençoou-o, e ordenou-lhe, e disse-lhe: Não tomes mulher de entre as filhas de Canaã;

Gênesis 28:1-22 (leia aqui)

Jacó deixa a casa de seu pai, mas Deus o faz conhecer Sua própria casa (Betel significa “casa de Deus”). Não é preciso esperar até que saiamos da casa de nossos pais para encontrar o Senhor. Este encontro necessariamente terá de acontecer um dia, e o Deus de nossos pais também terá de se tornar o nosso Deus. Que sonho estranho este de Jacó! Qual é o significado desta escada com os anjos subindo e descendo? Ela fala das relações entre o céu e a terra, e remete os nossos pensamentos Àquele que as estabeleceu para nós, descendo até nós aqui na terra e depois voltando para a glória no céu (João 3:13, 31; Efésios 4:10). A graça de Deus mostra a porta dos céus ao pecador pobre e cansado (v. 17) e lhe comunica Suas gloriosas promessas. Quando o peregrino acorda ele clama: “Quão temível é este lugar!” Ninguém se sente bem com uma consciência culpada, nem mesmo na presença do Deus da graça (compare com Lucas 5:8). Neste estranho acordo que ousa firmar com o Senhor, Jacó faz das expressas promessas de Deus uma condição e se propõe a servi-Lo em troca dos benefícios que receberá. Muitas pessoas, como ele, hesitam em tomar posse, pela fé, do dom gratuito de Deus e pensam que mediante seus próprios esforços merecerão Seu favor.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: