E sucedeu que, antes que ele acabasse de falar, eis que Rebeca, que havia nascido a Betuel, filho de Milca, mulher de Naor, irmão de Abraão, saía com o seu cântaro sobre o seu ombro.

Gênesis 24:15-31 (leia aqui)

O servo de Abraão nem havia terminado de orar quando a resposta apareceu em sua frente – Rebeca carregando um cântaro ao ombro. Encontramos em Isaías uma promessa que corresponde a isto: “E será que, antes que clamem, eu responderei; estando eles ainda falando, eu os ouvirei” (Isaías 65:24).

Se o servo nos ensina dependência, Rebeca é, no que lhe diz respeito, um modelo de devoção e vivacidade. Ela faz mais do que lhe é pedido, tira água para os camelos, o que faz rapidamente, isto é, “prontamente” e “apressando-se” (vv. 18 e 20). São duas características que podemos observar aqui e imitar em nossos afazeres diários no lar. Tirar água, isto é, proporcionar refrigério a outros. Existem milhares de meios de comunicar bênçãos, as quais nós mesmos temos extraído da Palavra de Deus, às pessoas com quem temos entrado em contato. E do mesmo modo com que o servo observava Rebeca, lembremos que existe Alguém que presta total atenção a tudo o que fazemos. Do modo como esta jovem levava a cabo esta simples tarefa, o servo discerniu que ela seria, para Isaque, uma mulher devotada, trabalhadora e virtuosa, como aquela descrita no capítulo 31 de Provérbios.

Antes de fazer qualquer outra coisa, ele se inclinou diante do Senhor, O adorou e Lhe agradeceu.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: