Ora, se Josué lhes houvesse dado descanso, não falaria, posteriormente, a respeito de outro dia.

Hebreus 4:8-16

Até que, como filhos de Deus, entremos no descanso do Senhor, ainda teremos de enfrentar a dura lida do nosso caminhar, do servir e do combater. Mas não somos deixados sem recursos. O primeiro recurso que este capítulo menciona é a Palavra de Deus. Hoje ouvimos Sua voz… Esta Palavra cuida do nosso estado interior. Ela é viva: ela nos traz à vida; eficaz: ela faz a obra em nós (Efésios 6:17, por outro lado, a apresenta como arma de guerra). E, finalmente penetrante – permitamos que ela perscrute toda a nossa vida.

Além do pecado, que a Palavra de Deus expõe e condena, há em nós debilidade e fraquezas. Deus providenciou dois outros recursos para combatê-las. Ele nos deu um grande Sumo Sacerdote, cheio de misericórdia e compaixão. Como Homem, Cristo experimentou toda espécie de sofrimento, a fim de em “ocasião oportuna”, mostrar Seu multiforme amor para com Seus fracos redimidos.

Em segundo lugar, Ele nos abriu o caminho ao trono da graça. Somos exortados a nos aproximar deste trono com tamanha confidência e liberdade, porque é ali que encontramos nosso amado Salvador. É ali, e somente ali, que procuramos ajuda? (Salmo 60:11).

Extraído do “Guia Devocional do Novo Testamento” – literatura@terra.com.br

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: