“O que despreza o próximo é falto de senso, mas o homem prudente, este se cala.” (Provérbios 11.12)

É maravilhoso quando nós mesmos reconhecemos quem realmente somos. Adquirimos auto-conhecimento por meio da constante leitura da Bíblia em espírito de oração. Esse auto-conhecimento conduz aos poucos a um conhecimento mais profundo do Cordeiro. Quanto mais reconheço minha própria natureza corrupta à luz da Bíblia, tanto mais tenho capacidade de reconhecer o Cordeiro em espírito e não apenas intelectualmente. “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” Isso nos deixa tão tranqüilos interiormente que passamos a falar menos, em especial sobre os outros.

Somente conseguimos ficar tranqüilos e quietos nas grandes tempestades da vida quando estamos unidos a Jesus. “Mas aquele que se une ao Senhor é um espírito com ele”, isto é inteligência e sabedoria divina. Em Provérbios 9.10 está escrito: “…e o conhecimento do Santo é prudência.” Por meio de um conhecimento cada vez mais profundo do Cordeiro somos capacitados a permanecer calados nas ocasiões em que o homem natural gostaria de falar – e falar mal do próximo. Você já é uma pessoa assim, sábia, que se revestiu da sabedoria em pessoa que é Jesus Cristo? Insisto com todos, pois a vinda do Senhor está próxima: “…revesti-vos do Senhor Jesus Cristo!”

Extraído do livro “Pérolas Diárias” (de Wim Malgo)

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: