“Ora, como recebestes a Cristo Jesus, o Senhor, assim andai nele, nele radicados e edificados, e confirmados na fé, tal como fostes instruídos, crescendo em ações de graça.” (Colossenses 2.6-7)

Quando a esperança cresce em nós, também aumenta o amor de Deus em nós. Esse amor muitas vezes é artigo raro em nossas vidas. Mas, na medida em que nos aproximamos do Senhor mais e mais, essa característica tão desejável também aumenta em nós. O amor de Jesus em você é o sinal mais característico e evidente de que você está se aproximando mais e mais do Senhor e de que a verdadeira natureza do Senhor toma forma em você. O amor de Deus no coração de um crente não espera nada do próximo, mas continuamente dá e se entrega, assim como o Senhor Jesus também se entregou a si mesmo por puro amor. Como Paulo orou quando se encontrava em situação precária na prisão romana? Ele orou para que logo fosse liberto da prisão? Não! Ele orou pelos outros: “E também faço esta oração: que o vosso amor aumente mais e mais em pleno conhecimento e toda a percepção.” Essa era sua preocupação principal e dela falava muitas vezes. Aqui temos um ponto da maior importância, pois atualmente o amor não aumenta, pelo contrário, diminui progressivamente. Mas o mesmo Paulo nos exorta: “…acima de tudo isto, porém, esteja o amor, que é o vínculo da perfeição.”

Extraído do livro “Pérolas Diárias” (de Wim Malgo)

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: