Então disse Deus a Noé: O fim de toda a carne é vindo perante a minha face; porque a terra está cheia de violência; e eis que os desfarei com a terra.


Gênesis 6:13-22 (
leia aqui)

Embora Noé, em comparação com os homens de seu tempo, seja chamado de “homem justo e íntegro” (v. 9), não é por seu mérito, mas somente pela graça que ele é poupado (v. 8). Agora chegou o momento para Deus lhe comunicar os Seus intentos e lhe fazer saber as Suas instruções. É fácil ser compreendido por aqueles com quem andamos no mesmo caminho. E assim vemos Noé corresponder a essas comunicações pela fé. “Pela fé, Noé, divinamente instruído… sendo temente a Deus, aparelhou uma arca para a salvação de sua casa” (Hebreus 11:7). Ele não dispunha de nada mais que a palavra de Deus a lhe revelar que o juízo estava à porta. Isto era suficiente para ele. Ele constrói a arca, pela qualcondena o mundo. Cada golpe de seu martelo advertia aos contemporâneos que o juízo se aproximava. Enquanto a arca estava em construção, a longanimidade de Deus aguardou (1 Pedro 3:20). Porém, quantas pessoas se valeram dela? Aparentemente ninguém, fora a família do patriarca! Só indiferença e escárnio saudavam as fiéis advertências do “pregador da justiça”. Hoje também é grande é o número dos escarnecedores que não crêem nem na volta do Senhor nem no Seu juízo (2 Pedro 2:5; 3:3-6). Estesdeliberadamente ignoram o que a Bíblia diz acerca do dilúvio, considerando este relato uma lenda.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: