Devem ser considerados merecedores de dobrados honorários os presbíteros que presidem bem, com especialidade os que se afadigam na palavra e no ensino.

1 Timóteo 5:17-25; 6:1-10

Paulo continua expondo a Timóteo como se deve “proceder na casa de Deus” (1 Timóteo 3:15). Assunto vital pelo qual se interessa o próprio Deus é Sua casa – o Senhor Jesus Cristo e os anjos escolhidos, chamados a considerar a sabedoria de Deus na Igreja (v. 21; Efésios 3:10). Essa “multiforme sabedoria” deve manifestar-se também nos variados detalhes da vida da Igreja: responsabilidades do rebanho para com seus anciãos, comportamento dos servos de Deus para resolver os casos difíceis, instruções aos servos… (6:1-2). Quantas desordens se levantam assim que alguém não se sujeita mais às sãs palavras – palavras não de Paulo ou de Timóteo, mas de nosso Senhor Jesus Cristo (v. 3).

A piedade com o contentamento é em si mesma lucro, um grande lucro ao alcance de todos (4:8). Nossa civilização está comumente baseada na criação e satisfação de novas necessidades. Apesar de tudo, o ávido coração do homem permanece insaciável (comparar os vv. 9-10 com o Salmo 49:16-20). Agradeçamos ao Senhor por prover as nossas necessidades (v. 8). Sempre estaremos satisfeitos com o que Ele nos dá, se Ele mesmo, o Doador (que é o grande Objeto da piedade), satisfizer plenamente nosso coração.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: