Fiel é a palavra: se alguém aspira ao episcopado, excelente obra almeja

1 Timóteo 3:1-16

A aspiração ao episcopado deve ser considerada uma prova de devoção à igreja. Exercer as funções de bispo (ou ancião) e as de diácono (ou servo) não é uma questão de estudos ou exames, mas de qualificações morais. Elas caem em duas categorias: (1) um bom testemunho na igreja e fora dela; (2)uma experiência adquirida na vida cristã.

Em toda casa existem regras de conduta, uma disciplina coletiva à que cada um se submete. Assim ocorre na casa do Deus vivente: a igreja (ver 1 Coríntios 14:40). Não somos livres, absolutamente, para nos comportar nela como desejarmos. Ela é a coluna sobre a qual o nome de Cristo, a Verdade, está escrito, a fim de torná-lo conhecido ao mundo inteiro.

Grande é o mistério da piedade, porque grande é a Pessoa sobre a qual estão fundadas nossas relações com Deus. A vinda do Senhor Jesus como homem à terra, a perfeita justiça de todo o Seu andar no poder do Espírito Santo e sob o olhar dos anjos, Seu Nome pregado e crido aqui embaixo, e, finalmente, Sua ascensão à glória constituem os elementos inseparáveis desse mistério intangível confiado à igreja. Esta é responsável diante do Senhor de sustentar e guardar toda a verdade (v. 15).

Extraído do “Guia Devocional do Novo Testamento” – literatura@terra.com.br

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: