O coração deste povo está endurecido, e com os ouvidos ouviram pesadamente e fecharam os olhos, para que nunca com os olhos vejam, nem com os ouvidos ouçam, nem do coração entendam, e se convertam, e eu os cure (Atos 28:27)

Meditações sobre o livro de Deuteronômio (Leia Deuteronômio 29:2-17)

Todo Israel estava reunido para ouvir as palavras da aliança. O poder e o amor do Senhor tinham feito grandes milagres a favor do povo. Eles haviam visto cada uma de suas maravilhas (v. 2), mas não com os olhos do coração (v. 4; Efésios 1:18). Os milagres feitos em benefício daquela nação não tiveram nenhum efeito moral sobre a sua consciência. Aconteceu a mesma coisa no período em que o Senhor Jesus esteve no mundo. “Muitos, vendo os sinais que ele fazia, creram no seu nome; mas o próprio Jesus não se confiava a eles” (João 2:23-24). Também corremos o risco de nos assemelharmos a eles sempre que nos contentamos apenas com o conhecimento intelectual da verdade.

Contudo, o versículo 4 confirma que até então Deus não tinha dado a Israel ouvidos capazes de ouvir. Portanto, será que a falha foi do povo? Claro que sim! O apóstolo Paulo julga esse povo responsável por ter fechado os ouvidos de livre e espontânea vontade por medo de ouvir e converter-se (Atos 28:27-28). Ele continua: “Tomai, pois, conhecimento de que esta salvação de Deus foi enviada aos gentios. E eles a ouvirão”. O Senhor deseja que isso não seja em vão e que nenhum de nós endureça o coração hoje quando ouvir a Sua voz (Hebreus 3:7, 8, 15; 4:7). Note a freqüente repetição da palavra “hoje” ao longo do livro de Deuteronômio.

Extraído do devocional “Boa Semente” – literatura@terra.com.br

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: