NAQUELES dias adoeceu Ezequias mortalmente; e o profeta Isaías, filho de Amós, veio a ele e lhe disse: Assim diz o Senhor: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás, e não viverás.

2 Reis 20:1-11 (leia aqui)

Uma segunda provação, mais terrível que primeira, aflige agora o rei. A morte bate à porta dele. Em sua angústia, dessa vez ele também se volta para o Senhor. Certamente não poderia entrar no santuário como costumava fazer, mas é sempre possível encontrar Deus, mesmo em um leito de enfermidade. Quantas pessoas acamadas têm tido essa abençoada experiência todos os dias!

Acaz, pai de Ezequias, rejeitou o sinal que o Senhor queria dar (Isaías 7:10-12). E no relógio de sol que mandou fazer, a hora do julgamento se aproximava rapidamente. Porém, aqui o fiel e piedoso rei recebe, além da cura, o mais extraordinário sinal. Ao retroceder a sombra, Deus lhe mostra que aceitou a petição para adiar a execução do castigo.

Muitos detalhes desta bela história nos fazem meditar, por meio de contrastes, no Senhor Jesus. No Salmo 102 temos a seguinte oração: “Deus meu, não me leves na metade de minha vida”. A resposta do Pai é: “Tu, cujos anos se estendem por todas as gerações” (v. 24). Isaías anunciou que o rei seria curado no terceiro dia. Cristo realmente entrou na morte, e da mesma maneira, saiu dela no terceiro dia.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: