Porém no ano décimo quarto do rei Ezequias subiu Senaqueribe, rei da Assíria, contra todas as cidades fortificadas de Judá, e as tomou.

2 Reis 18:13-25 (leia aqui)

Ezequias bravamente tomou posição ao lado do Senhor. Mas sua fé ainda não tinha sido testada. Era necessário que isso acontecesse. E, da mesma maneira, cada cristão deve demonstrar, mais cedo ou mais tarde, se seus atos são atos de fé ou não. Como recontado em Isaías, a fé de Ezequias começou a vacilar diante de tão formidável ataque do rei da Assíria. Ele pensou que se livraria de problemas ao enviar enorme quantidade de prata e ouro a Senaqueribe. Foi isso o que Joás fez anteriormente. Mas Deus ensinaria ao rei (e a nós também) que o livramento e a verdadeira paz não são obtidos mediante concessões. E Inimigo sempre engana e ilude. Senaqueribe, em vez de se retirar, envia grande exército contra Ezequias e os habitantes de Jerusalém. Ele manda simultaneamente três perigosos enviados, cada um com um papel especial: seu general para derrotá-los, seu ministro para amansá-los e, por fim, seu copeiro para seduzi-los com palavras lisonjeiras. Temos de desconfiar de tais pessoas que Satanás nos envia às vezes com a mesma missão! A forma com que falam as denuncia!

Rabsaqué começa seu discurso bombástico, ridicularizando a fé que o rei tinha no Senhor.

Anúncios

Uma resposta

  1. eu queria saber o que causou a doença de ezequias

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: