E no sétimo ano enviou Joiada, e tomou os centuriões, com os capitães, e com os da guarda, e os colocou consigo na casa do Senhor; e fez com eles uma aliança e ajuramentou-os na casa do Senhor; e mostrou-lhes o filho do rei.

2 Reis 11:4-21 (leia aqui)

A família real de Israel foi totalmente massacrada. A de Judá sofreu o mesmo destino, com exceção de um bebê escondido no templo por sua tia, esposa do sumo sacerdote (2 Crônicas 22:11). Durante esse tempo, Atalia ocupou injustamente o trono.

Há uma situação parecida hoje: Jesus, tendo passado pela morte (enquanto Joás escapou dela), está agora na casa do Pai exercendo Seu sacerdócio, oculto dos olhos do mundo, mas na presença de Deus, e logo aparecerá no dia de Sua glória como o verdadeiro “Filho de Davi”. Existem aqueles – pertencentes à família de Deus – que O conhecem e O honram como o legítimo Rei, esperando Sua manifestação pública (Tito 2:13). Eles desfrutam de uma alegre esperança e conhecem um segredo precioso. Como resultado, o domínio temporário de Satanás, “o Príncipe deste mundo”, não os abala. Logo esse reinado de injustiça será completamente destruído, como foi o da perversa Atalia. A coroação de Joás então é figura de um evento futuro que nosso coração anseia pela fé.

A adoração a Baal foi erradicada de Judá, sem a necessidade das astúcias empregadas por Jeú.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: