Então se levantou e partiu, e foi a Samaria. E, estando no caminho, em Bete-Equede dos pastores,

2 Reis 10:12-27 (leia aqui)

Continuando sua missão de vingança, Jeú encontra um grupo de jovens alegres que caminhavam despreocupados. Eram quarenta e dois irmãos (ou primos) de Acazias. Sem suspeitar do que acontecera, eles voltavam de uma visita aos ilustres jovens da outra família real… precisamente os setenta homens cujas cabeças agora estavam agrupadas em dois montões no portão de Jezreel! E os quarenta e dois iriam novamente encontrar os setenta… na morte! Quão grande é o número de jovens que só pensam em desfrutar a vida, esquecendo que a morte lhes pode surpreender sem que estejam preparados (Eclesiastes 11:9). De fato, quantos deles morreram repentinamente, talvez por acidentes de carro, quando se dirigiam para algum lugar de diversão!

Outro interessante encontro foi o de Jeú com Jonadabe, filho de Recabe. Ele era um homem fiel. O capítulo 35 de Jeremias conta a história dessa família. Jeú se vangloria do próprio zelo e convida Jonadabe para assistir ao massacre dos sacerdotes de Baal. Porém o ardil que ele planeja para realizar isso não se compara à cena no Carmelo, que resultou na conversão do coração do povo ao Senhor (1 Reis 18).

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: