ENTÃO o profeta Eliseu chamou um dos filhos dos profetas, e lhe disse: Cinge os teus lombos; e toma este vaso de azeite na tua mão, e vai a Ramote de Gileade;

2 Reis 9:1-15 (leia aqui)

Muito tempo antes, no monte Horebe, Deus havia dito a Elias que Jeú seria o sucessor de Acabe (1 Reis 19:16). Mas Deus jamais se apressa quando se trata de julgamento. Somente quando todos os outros recursos de Sua graça esgotam é que Ele decide agir. Eliseu não ungirá esse novo rei como o executor da justiça porque é o profeta da graça. Um jovem dos filhos dos profetas é escolhido para essa tarefa.

Isso mostra que uma importante obra pode ser confiada pelo Senhor a um jovem. A obra em questão era apresentar-se diante dos líderes do exército de Israel, na guarnição de Ramote-Gileade, e derramar o óleo da unção sobre a cabeça de Jeú, provavelmente o comandante supremo. Isso não era algo grande demais para intimidar esse jovem profeta? Mas, quando obedecemos a Deus, podemos contar com Sua ajuda na mais difícil das situações. O versículo 7 nos mostra que Deus não esquece os sofrimentos de Seu povo. E como Ele poderia então esquecer o sangue de Seu Filho, derramado pelos culpados?

Escolhido pelo Senhor, reconhecido por seus oficiais, o novo rei entra em ação imediatamente, sem desperdiçar um só segundo.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: