E Jeosafá, filho de Asa, começou a reinar sobre Judá no quarto ano de Acabe, rei de Israel.

1 Reis 22:41-53 (leia aqui)

O reinado de Josafá é recontado em detalhes no segundo livro de Crônicas. Por hora, terminamos com um incidente muito instrutivo. Josafá fez uma frota de navios para buscar ouro em Ofir. Contudo, a mão de Deus o impediu; seus navios afundaram. Será que ele persistiu? Não, pelo contrario, se submeteu. O rei de Israel ofereceu seus marinheiros para ajudá-lo, mas desta vez Josafá disse “não”!

Todos nós já vivemos a experiência de fazer grandes planos que foram por água abaixo de uma só vez por causa de uma situação inesperada. Esse foi o caso de Jó. Ele clamou: “Os meus dias passaram, e se malograram os meus propósitos, as aspirações do meu coração” (Jó 17:11). Para colocar um fim nesses projetos, Deus usa de vários meios: clima desfavorável, doença, falta de dinheiro, reprovações em exames… E isso é sempre angustiante. Porém, em vez de ficar magoados, ou insistir em nossos planos, perguntemos a Deus se eles realmente estão de acordo com a vontade de dEle. Um espírito quebrantado tem aos olhos de Deus muito mais valor que navios partidos.

O último parágrafo nos traz de volta à corte de Israel. Ali vemos o novo rei, Acazias, servindo a Baal e se prostrando diante dele. Esse é o lamentável final do primeiro livro dos Reis.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: