E os restantes fugiram a Afeque, à cidade; e caiu o muro sobre vinte e sete mil homens, que restaram; Ben-Hadade, porém, fugiu, e veio à cidade, escondendo-se de câmara em câmara.

1 Reis 20:30-43 (leia aqui)

É triste não encontrar em Acabe nenhuma gratidão pela dupla vitória que o Senhor lhe dera. Infelizmente a maioria das pessoas é assim,  totalmente indiferente à graça de Deus. Ao desprezá-la, elas insultam a Deus e preparam sua própria destruição. Cristo derrotou um inimigo infinitamente mais poderoso e cruel que Ben-Hadade e seus exércitos. Já agradecemos a Ele por tão gloriosa vitória?

Não apenas vemos Acabe fracassando por não se voltar ao Senhor, mas também por ser indulgente ao poupar o inimigo de Deus e de Seu povo. Pior que isso, Acabe chama Ben-Hadade de irmão! Deus intervém e envia outro profeta ao rei, porém desta vez a voz da graça dá lugar à voz do julgamento.

Às vezes esquecemos, como Acabe esqueceu, que a amizade com o mundo é inimizade contra Deus e contra Seu povo. A humanidade está dividida em duas famílias: a de Deus e a do diabo (João 8:41-44). Eles jamais podem misturar-se. Se somos abençoados por pertencer à grande família cujo Pai é o Senhor, nossos irmãos e irmãs são os filhos e filhas de Deus – e ninguém mais.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: