E eis que um profeta se chegou a Acabe rei de Israel, e lhe disse: Assim diz o Senhor: Viste toda esta grande multidão? Eis que hoje ta entregarei nas tuas mãos, para que saibas que eu sou o Senhor.

1 Reis 20:13-30 (leia aqui)

Ben-Hadade não levou o Senhor em consideração. Enquanto se embriagava com seus trinta e dois reis aliados, o plano divino é posto em ação.

É difícil imaginar por qual motivo o Senhor quis ajudar o perverso Acabe, uma vez que este jamais clamou por Ele. Porém, não é Deus novamente falando com aquela voz suave e tranqüila da graça? Ao libertar Acabe e seu povo, deseja mostrar-se que Ele ainda é o Deus de Israel, embora o povo não O busque. Ele mostraria aos sírios que Ele não é Deus nem dos montes nem das planícies, mas o “Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra” (Atos 17:24). Há dois importantes detalhes no versículo 27: antes de ir à batalha, os filhos de Israel estavam “providos de víveres“. Nem pense que podemos enfrentar o inimigo sem primeiro obter nosso alimento diário nas páginas da Palavra. Então o pequeno exército de Israel percebeu sua impotência, sendo tão desprezível aos olhos dos inimigos “como dois pequenos rebanhos de cabras”. Deus sempre age de tal modo que o livramento tem de ser atribuído a Ele para Sua glória. O Seu poder Se aperfeiçoa na nossa fraqueza (2 Coríntios 12:9).

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: