E BEN-HADADE, rei da Síria, ajuntou todo o seu exército; e havia com ele trinta e dois reis, e cavalos e carros; e subiu, e cercou a Samaria, e pelejou contra ela.

1 Reis 20:1-12 (leia aqui)

O Senhor indicou a Elias os sucessores de Ben-Hadade, rei da Síria, e de Acabe, rei de Israel (19:15-16). Mas essas duas personagens ainda estavam no poder, e o capítulo 20 nos relata o confronto que as aguardava. O mesmo acontece com este mundo: uma sentença está determinada, mas ela não impede os homens de agir, em sua cegueira, como se o futuro lhes pertencesse. Eles esquecem que Deus tem Seus próprios pensamentos sobre o mundo. E é Ele quem dirige o curso da história. Enquanto lutam por supremacia, mal sabem que já foram substituídos nos conselhos divinos pelo Rei que Ele designou: Jesus Cristo. Como Elias, pela Palavra de Deus, os crentes conhecem Seus pensamentos acerca do mundo, e não se devem perturbar com os acontecimentos que abalam e agitam a humanidade (Isaías 8:12-13).

Diante das ameaças de Ben-Hadade, Acabe estava indefeso. Ele nos faz lembrar do homem pecador nas mãos de seu poderoso inimigo, o diabo. O diabo não despojou Adão em poucos momentos de tudo o que ele possuía? Mas, pela graça de Deus, Satanás, o homem forte, encontrou Alguém mais forte que ele, que o conquistou e repartiu seus despojos (Lucas 11:22).

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: