NAQUELE tempo adoeceu Abias, filho de Jeroboão.

1 Reis 14:1-20 (leia aqui)

Jeroboão perseverou em seu caminho pecaminoso, apesar da solene advertência que Deus lhe dera em Betel. Agora o Senhor lhe fala pela segunda vez, através da doença de seu filho Abias. Note que o rei nem mesmo pensou em pedir ajuda aos seus bezerros de ouro, pois sabia que eram totalmente inúteis. Jeroboão procura por Aías, o profeta que anteriormente lhe dissera que ele seria rei. Será que Jeroboão se arrependera? Infelizmente não! A armação que fez em parceria com sua esposa prova que não havia genuína humilhação no coração do rei. No entanto, que estupidez pensar que Deus pode ser enganado! A rainha foi desmascarada assim que passou pela porta. Em vez de palavras agradáveis como as que seu marido ouvira da boca do homem de Deus, essa infeliz mulher teria de levar uma assustadora mensagem ao rei no momento da morte de seu filho. Talvez perguntemos a nós mesmos por que o Senhor não permitiu que o jovem vivesse, pois “achou nele coisa boa para com o SENHOR, Deus de Israel, em casa de Jeroboão” (v. 13). Exatamente por querer retirá-lo do péssimo ambiente que o cercava para trazê-lo à Sua presença – o que era incomparavelmente melhor (Isaías 57:1-2)!

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: