E enviou o rei Salomão um mensageiro e mandou trazer a Hirão de Tiro.

1 Reis 7:13-26 (leia aqui)

Para a confecção do tabernáculo e dos itens ali contidos, o Senhor designou Bezalel, um talentoso artífice, cheio “do Espírito de Deus, de habilidade, de inteligência e de conhecimento, em todo artifício” (Êxodo 31:2-3). Para a fabricação dos objetos de bronze, Salomão chamou Hirão, rei de Tiro, também um artífice “cheio de sabedoria, e de entendimento, e de ciência para fazer toda obra de bronze” (v. 14). Que nós igualmente busquemos essas qualidades espirituais; pois assim o Senhor poderá usar-nos para fazer todo tipo de obras.

O primeiro projeto de Hirão foi a fundição de dois grandes pilares com seus esplêndidos capitéis. Lembremos a promessa do Senhor à igreja de Filadélfia: “Ao vencedor, fá-lo-ei coluna no santuário do meu Deus”. O Senhor disse àqueles crentes: “Conheço as tuas obras… que tens pouca força” (Apocalipse 3:12, 8). Porém os nomes que Salomão deu às colunas, Jaquim e Boaz, significam respectivamente “Ele estabelece” e “Força”. Preciosa resposta à presente condição dos redimidos: se experimentamos fraqueza neste mundo, existe estabilidade e força eternas no céu, cuja glória o templo representa.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: