E disse Husai a Zadoque e a Abiatar, sacerdotes: assim e assim aconselhou Aitofel a Absalão e aos anciãos de Israel; porém assim e assim aconselhei eu.

2 Samuel 17:15-29 (leia aqui)

Os Salmos 3 a 7 relatam essa sombria página da história de Davi. Fugir de Saul não era nada em comparação a fugir de seu próprio filho rebelde.

Mas se o coração dele está despedaçado, sua submissão e confiança permanecem inabaláveis. Observe estas belas palavras: “Porém tu, SENHOR, és o meu escudo”. Enquanto Aitofel propõe uma emboscada para cair sobre o rei à noite, “enquanto está cansado e frouxo de mãos”, e espantá-lo (v. 2), o que ouvimos Davi declarar? “Deito-me e pego no sono; acordo, porque o SENHOR me sustenta. Não tenho medo de milhares do povo que tomam posição contra mim de todos os lados” (Salmo 3:3, 5-6).

Observe a devoção dos que permaneceram fiéis a Davi. Primeiro havia esses dois jovens, Aimaás e Jônatas, cujas pernas e disposição imediata foram úteis ao serviço do rei.

Isso nos ensina a não perdermos a oportunidade de ajudar aqueles que nos rodeiam sempre que pudermos. Indiretamente, esse serviço é para o “Rei“. No final deste capítulo, encontramos mais exemplos de diversas atividades para o Senhor e o Seu povo: a procura pelo bem-estar e conforto dos que estão cansados, a demonstração de hospitalidade…

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: