E o Espírito do Senhor se retirou de Saul, e atormentava-o um espírito mau da parte do Senhor.

1 Samuel 16:14-23 (leia aqui)

O Espírito de Deus se apossou de Davi (v. 13) e se retirou do infeliz Saul, abrindo espaço para um espírito mau atormentá-lo. Deus usou isso para introduzir Davi na corte. Ele era harpista, um músico talentoso que mais tarde se tornou “o suave em salmos de Israel” (2 Samuel 23:1). E nessa ocasião um excelente testemunho é dado sobre ele (v. 18), mostrando que até na corte do rei havia pessoas que conheciam o ungido do Senhor. A passagem de Filipenses 4:22 nos relata um fato similar: havia cristãos na casa de César, o imperador romano. Assim Deus assegura que haja testemunhas em todos os lugares.

Cada detalhe mencionado no versículo 18 nos traz à memória Aquele do qual Davi é um tipo: Cristo é o verdadeiro “rebento do tronco de Jessé”. Acerca Dele está escrito: “Repousará sobre ele o Espírito do SENHOR, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do SENHOR” (Isaías 11:1-2). Que testemunho temos dado diante do mundo a respeito de nosso Amado?

“Eu te tomei da malhada, de detrás das ovelhas, para que fosses o chefe sobre o meu povo, sobre Israel”, dirá o Senhor a Davi. Ao cuidar das ovelhas de seu pai, Davi foi preparado para “alimentar” fielmente o povo de Israel (Salmo 78:70-72).

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: