E o carro veio ao campo de Josué, o bete-semita, e parou ali onde havia uma grande pedra. E fenderam a madeira do carro, e ofereceram as vacas ao Senhor em holocausto.

1 Samuel 6:14-21; 7:1 (leia aqui)

Os habitantes de Bete-Semes tiveram a honra de receber a arca. Mas ousaram abri-la para ver o que havia dentro, e Deus os puniu severamente (Números 4:20). Isso é uma advertência para entregarmos à Pessoa de Jesus toda a santa reverência que Ele merece. Deus não tolerará nenhuma curiosidade profana em relação a isso.

Infelizmente, após a punição, o povo de Bete-Semes reagiu como os filisteus, desejando também se livrar da arca, santa demais para eles.

Alguns cristãos são como aqueles homens. Em vez de examinar o próprio coração e colocar as coisas em ordem, preferem afastar-se do Senhor. A presença Dele os preocupa. Que miséria!

Mas Deus nos mostra um povo que, ao contrário, ficou feliz em recebê-Lo. Os habitantes de Quiriate-Jearim buscaram a arca e a colocaram na casa de Abinadabe.

Mais uma vez nós nos voltamos a Jesus. Uma vez que Seu povo O rejeitou, Ele não tinha onde reclinar a cabeça, mas em uma ocasião “certa mulher, chamada Marta, hospedou-o na sua casa” (Lucas 10:38). Na casa de Abinadabe e na casa de Marta houve alegria e bênção para os anfitriãos e honra para o divino Convidado (Apocalipse 3:20).