E HAVIA um homem da montanha de Efraim, cujo nome era Mica.

Juízes 17:1-13 (leia aqui)

Aqui encontramos uma família em situação degradante, muito diferente da família de Manoá. O filho roubou, a mãe amaldiçoava, e com a mesma boca (Tiago 3:10) abençoava o filho em vez de lhe chamar a atenção para a seriedade da sua ofensa. Por fim, mandou o filho fazer imagens de escultura para ela. Apesar de o nome do Senhor estar nos lábios da mulher, a lei que proibia tais práticas era completamente desprezada. O Senhor Jesus disse: “Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim” (Mateus 15:8; Isaías 29:13; 46:6). Que palavras sérias! Sermos chamados pelo nome do Senhor requer que nos afastemos do mal (2 Timóteo 2:19). Chamar Jesus de nosso Senhor significa que reconhecemos a autoridade dEle. Aqui, ao contrário, todos faziam o que bem lhes parecia. Assim fizeram Mica, sua mãe e também o jovem levita de Belém, a quem Mica consagrou como sacerdote quando não tinha o direito de fazê-lo. Infelizmente, esse jovem era um descendente de Moisés (18:30). Moisés foi o que trouxe a lei, destruiu o bezerro de ouro e ensinou a maravilhosa de canção de Deuteronômio 32 ao povo. O que ele sentiria se visse seu próprio descendente se tornando sacerdote de uma imagem de escultura?

Anúncios

2 Respostas

  1. boa tarde, sou evangélico meio ausente, mais tenho lido muitas passagens do velho testamento e não tenho mais concordado que muitos dos acontecientos narrados na bíblia tenha sido mesmo vinda de Deus misericordioso, bondoso, abençoador, essa histótia de Mica é uma das muitas, acho mesmo esquisito essas coisas estar escrito na biblía, história de extrema violêndia, sangue e roubos, Deus não precisa disso para dar posse de herança a ninguém, tem Moisés que manda aniquilar um povoado todo, deixa só as virgens para os homens, já pensou se isso acontece na nossa família, que dor hein, na concentração da Alemanha eles tiveram essa dor e choram até hoje, será que é aquela história de pimenta nos olhos dos outros não dói, não me conformo que isso é de Deus, e o homem que mataram porque fez algum trabalho sábado, onde já se viu isso, e se uma mulher tivesse na hora de dar a luz no sábado, acho que guardar o sábado não tinha essa finalidade extrema, na minha opinão sábado deveria ser um dia de devoção, comunhão, mais mudaram e tornaram um dia de medo e condenação como se sábado fosse outro ídolo maldoso, Josué destrói Jericó com todos os inocentes e indefesos, mais fica com o saque dos tesouros, Deus não precisa de tesouro roubado, estou muito confuso e queria que Deus tivesse misericórdia de mim para que se eu não entender pelo menos aceitar, aceitar essa discriminação quanto a outros povos muitas vezes pacíficos e indefesos, Jericó segundo Josué nunca mais existiria, no entanto está no mapa ao lado do Jordão com 13000 habitantes, meus olhos até enche de lágrimas por ver essas coisas não do lado profético, mais lado profano desses sacerdotes que acho que nunca falaram com Deus de verdade, e a história do homem que sacrificou a filha em holocausto a Deus e ninguem falou nada, não puniu, ficou apenas por conta de uma tal juramento dele a Deus, o juramento era mais importante que a vida da filha que foi chorar sua virgindade, a menina aceitou tão prontamente como se isso fosse importante e até pareia que esse era o costume da época, por qualquer coisa se espetava uma pessoa com uma espada, isso ainda acontece no Irã, homens que acham que em nome de Deus podiam matar, roubar, nos mandamentos diz: não maratás, não fará escultura, Moisés fez e colocou na arca, carregava a arca como os católicos carregam a N. senhora, como se fosse um Deus, a meu ver idolatria pura, se me responderem agradeço em nome do Sr. Deus Jeová, estou muto confuso.

    • Olá, eu gostaria de tirar, pelo menos algumas dúvidas suas.
      Eu tenho algum tempo de convertido, não sei muito, mas gostaria de compartilhar o pouco que sei.
      O antigo testamento, de fato, narra diversas passagens de morte, entretanto, o contexto vivido naquela época era que o povo separado (israel) ou o povo de Deus, como o próprio nome diz, era separado. Acontece que os outros povos, eram idólotras, é importante ressaltar que os outros deuses que esses povos adoravam eram demônios, que se passam por deus e isso ocorre ainda hoje, infelizmente, aliás, não é de hoje que o povo é pecador, pois desde aquela época o pecado já muito presente até no povo separado, como narra o antigo testamento, por muitas vezes o povo se mostra na presença de Deus, seguindo suas leis, mas acaba pecando, e adorando a ídolos, então são subjugados por outro povo, e vivem muitos anos de escravidão, até que o povo se arrepende e pede perdão a Deus e o livramento, então o Senhor envia alguém que os liberta, e isso se repete várias vezes. Voltando a questão dos povos que a bíblia narra que foram “exterminados” pelos israelitas, o que acontece é que o contato com aqueles povos não seria bom para o povo, porque o Senhor sabia (Ele sabe todas as coisas) que o contato com aquele povo iria afastá-los dEle. O que de fato ocorreu, em situações que o Senhor manda matar todos daquele povo (perdão não me recordo qual ou quais), mas deixa alguns com vida, ou coabita com mulheres de outros povos. Esses povos trouxeram para a tribo de Israel a “cultura” deles, digamos assim, e o povo foi deixando o Senhor de lado, o que gerou consequencias terríveis. Muitas (ou todas) das coisas ruins que ocorre no antigo testamento é por causa do pecado do homem. é importante entendermos que o homem é pecador, desde o Éden, onde ocorreu a separação, quando Adão e Eva comeram do fruto proibido, o home foi infectado pelo pecado e ainda hoje o homem é pecador. Nós mesmos que procuramos ser como Jesus, e procuramos viver Santificação, pecamos e erramos diariamente. Deus deve estar acima de todas as coisas em nossa vida. Por que Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu único Filho para que todo aquele que Nele crê não morra, mas tenha a vida eterna.” João 3, 16. A partir desse ponto n´so entramos no contexto do Novo Testamento. No antigo testamento eram necessários sacrifícios das ovelhas, como pedido de perdão pelos pecados, agora não há mais necessidade para isso, porque o o preço já foi pago, Jesus que nunca pecou se deu na cruz, ele pagou o preço pelo nosso pecado. Como pode um devedor pagar a dívida de outro? Por isso foi necessária a morte de Jesus na cruz, que ressucitou ao terceiro dia vecendo a morte. Deus nos deu a vida, e tudo que necessitamos, por isso Ele deve ser para nós mais importante do que tudo, mesmo mais importatne que nossa família, é um pouco dificíl de enxergar as coisas dessa forma, mas uma promessa é uma coisa séria, então se for fazer promessas ao Senhor, o Deus todo poderoso saiba que está fazendo uma coisa mais seria ainda, o Homem que você citou, que sacrificou a filha em holocausto, fez uma coisa séria que foi uma promessa, e a filha reconhecendo a fidelidade do pai e reconhecendo a soberania do Senhor aceitou prontamente.
      Gostaria que você desse uma certa ênfase à história de Jó, ele sofreu muito, chegou a perder tudo, família, saúde, chegou até a desejar a própria morte, mas mesmo passando por tudo aquilo, Jó engrandeceu ao Senhor, “Nu saí do ventre de minha mãe e nu tornarei para lá; o Senhor o deu e o Senhor o tomou: bendito seja o nome do Senhor”. (Jó 1:21).
      Infelizmente a nossa realidade é bem triste, muito pecado muita idolatria, inclusiv a própria bíblia afirma: “Vós devemos ser o sal da terra e a luz do mundo M5,13” mas por que? o sal´aqui, é no sentido de dar cede, devemos ser como um reflexo do Senhor para que as pessoas tenham cede dEle. O sal dito não deve ser entendido como forma de preservar, porque o mundo já está podre, como se pode impedir a carne podre de apodrecer salgasndo-a se ela ja esta podre? Devemos conseguir o maior numero possível de pessoas para o Senhor. “Ide pelo mundo inteiro e proclamai o Evangelho a toda criatura” (Mc 16,15).
      O apocalipse diz que o Senhor voltará, e nesse dia, apenas aqueles que de verdade creram no Senhor, e aceitaram Jesus como único Senhor e salvador de suas vidas terão a vida eterna, enquanto os demais a condenação eterna.
      Meus irmão, eu espero ter ajudado, e queria te aconselhar a procurar uma igreja para se congregar e compartilhar com pessoas sua caminhada com o Senhor, caminhar com pessoas é mais fácil do que caminhar sosinho, assim seria mais fácil, pois vocês poderiam trocar idéias e discutir sobre passagens bíblicas, não é bom que fiquemos sosinhos.
      É isso espero ter ajudado, Fique na paz do Senhor.
      Até mais ^^

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: