ERA então Jefté, o gileadita, homem valoroso, porém filho de uma prostituta; mas Gileade gerara a Jefté.

Juízes 11:1-22 (leia aqui)

O Senhor é “Deus perdoador, clemente e misericordioso” (Neemias 9:17). Ele mais uma vez livrará seu povo, agora pela mão de Jefté. A história desse juiz começa como a de Abimeleque. Mas, em vez de se rebelar e se vingar dos irmãos, Jefté abre mão do que é seu de direito e parte para a terra de Tobe, onde Deus sabia que o povo iria encontrá-lo quando o tempo chegasse.

Jefté foi privado de sua herança, expulso por seus irmãos e exilado em uma terra estranha, da qual voltou como libertador. Essa parte da história é uma figura do Senhor Jesus. Após ter sido rejeitado por Seu povo Israel, que não reconheceu Seus direitos, Cristo agora está ausente, no céu, do qual descerá com poder e como Conquistador (Lucas 19:12-14). Como Jefté respondeu às reclamações e mentiras do povo? Relembrando as antigas verdades e descansando nas bênçãos dos velhos tempos. Que exemplo digno de ser seguido! Devemos conhecer bem os princípios da Palavra que guiaram os crentes nas gerações passadas e os mantiveram firmes (2 Tessalonicenses 2:15).

2 Respostas

  1. muito bom esta mensagem pois Jefte mostrou ser equilibrado mesmo sendo rejeitado pois seu coração estava no centro da vontade de Deus mais o que me chama atenção é o significado de seu nome Jefte(DEUS ABRE) isto ajudou sua fé a continuar e a retornar como cabeça e não calda.

  2. paz amados DEUS abençoe pelo vinculo de comunicação continuarei orando por vcs me informe sobre algum curso de teologia amém!!que DEUS abençoe poderosamente!!

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: