E SUCEDEU que, muitos dias depois que o Senhor dera repouso a Israel de todos os seus inimigos em redor, e sendo Josué já velho e entrado em dias, Chamou Josué a todo o Israel, aos seus anciãos, e aos seus cabeças, e aos seus juízes, e aos seus oficiais, e disse-lhes: Eu já sou velho e entrado em dias, E vós já tendes visto tudo quanto o Senhor vosso Deus fez a todas estas nações por causa de vós; porque o Senhor vosso Deus é que tem pelejado por vós.

Josué 23:1-13 (leia aqui)

É a vez de Josué chegar ao fim de sua carreira. “Esforçai-vos, pois, muito para guardardes e cumprirdes tudo quanto está escrito”, ele diz aos líderes do povo (v. 6). Essa foi a palavra que o Senhor lhe deu no início (1:7); uma palavra que Moisés tinha repetido muitas vezes. E ainda hoje precisamos dessa instrução. Muitas pessoas consideram o Evangelho antiquado e ultrapassado. Elas têm “comichão” nos ouvidos por novidades (2 Timóteo 4:3). Agradeçamos ao Senhor pelos servos que não cansam de repetir as mesmas verdades e dar as mesmas exortações. O apóstolo Paulo afirmou aos filipenses: “A mim, não me desgosta e é segurança para vós outros que eu escreva as mesmas coisas” (3:1). Portanto, não nos enfademos de ouvir tais servos.

Mencionar os deuses de outras nações e falar sobre eles é o primeiro passo para prestar-lhes juramento, depois servi-los e, finalmente, prostrar-se diante deles (v. 7). É por essa razão que a Epístola aos Efésios nos ordena: “A impudicícia e toda sorte de impurezas ou cobiça nem sequer se nomeiem entre vós, como convém a santos” (Efésios 5:3-4). Talvez não tomemos o devido cuidado com a linguagem que usamos! Que as pessoas reconheçam pelo nosso falar que somos discípulos de Jesus (Mateus 26:73 em contraste com o v. 74)!

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: