Levantou Josué também doze pedras no meio do Jordão, no lugar onde estiveram parados os pés dos sacerdotes, que levavam a arca da aliança; e ali estão até ao dia de hoje.

Josué 4:9-24 (leia aqui)

Conforme a ordem do Senhor, Josué retirou doze pedras do leito do rio. Ao mesmo tempo, ele amontoou outras doze pedras que as águas iriam cobrir (v. 9). “Que vos significam estas pedras?” (v. 6). O texto de Romanos 6:5 esclarece o significado delas. Aquelas pedras representam os crentes identificados com Cristo em Sua morte (no fundo do rio), bem como em Sua ressurreição (já em Canaã).

A unidade do povo também é expressa pelas doze pedras (doze tribos) que juntas formavam um único monumento. Não esqueçamos que esse ato poderoso foi realizado em favor de todos os redimidos, mesmo que eles não estejam cientes disso. O duplo memorial permanece como testemunha desse fato.

A cruz tornou disponível para mim três extraordinárias libertações, ilustradas pela páscoa, pelo Mar Vermelho e pelo Jordão. A páscoa ensina que sou liberto do julgamento de Deus. O Mar Vermelho prova que fui liberto dos meus inimigos eternos, Satanás e o mundo. Finalmente, o Jordão declara que tenho autoridade para me considerar morto para a carne, essa tirânica inimiga interna. As duas primeiras verdades são nossas quando nascemos de novo, a terceira corresponde ao que chamamos de santidade.

Anúncios

3 Respostas

  1. PR. RICARDO ALVES A PAZ DO SENHOR.

  2. FAREMOS SEMPRE MENÇÃO DESTA PAGINA.

  3. estamos no mar de pecados ;devemos rejeitar o pecado , e quando pecarmos , devemos estar preparados para a justiça de deus, e receber o castiqo,sem ter que ficar culpando a deus .porque quem conhece a palavra de deus .e peca ,ela sabe perfeitamente o que pode sobre cair nela. mas quem não conhece,ela tem uma pequena chance de ser perdoado;mas sempre terá um castiquinho.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: