E Israel amava a José mais do que a todos os seus filhos, porque era filho da sua velhice; e fez-lhe uma túnica de várias cores(Gênesis 37:3).

A ROUPA DE JOSÉ (1)

A vida de José relatada no livro de Gênesis reflete de maneira especialmente bela o Senhor Jesus. Como José, Cristo também era o Filho amado do Pai. O filho de Jacó passou dos sofrimentos à glória, tal como aconteceu com o nosso Senhor e Salvador.

As vestes de José também têm um significado simbólico. Como expressão de amor por José, Jacó lhe fez uma túnica de várias cores. As cores falam da glória e da perfeição com que Deus valoriza o Senhor Jesus. Quando o Filho de Deus viveu aqui como homem e andou em humildade, o céu manifestou seu apreço. O Pai não podia permitir que Seu Filho amado fosse colocado no mesmo nível que os demais humanos. Em duas ocasiões falou audivelmente: “Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo” (Mateus 3:17; 17:5).

Como os homens reagiram ao amor de Deus pelo Senhor Jesus? Assim como para os irmãos de José a túnica de diversas cores foi motivo de ódio (por ser um símbolo de honra e distinção, usada apenas pelo escolhido para ser o chefe da família), os judeus do tempo de Jesus tampouco puderam suportar que Ele falasse de Si mesmo como o Filho de Deus. Segundo eles, Jesus Se fazia a Si mesmo Deus, e isso foi o motivo para condená-lO à morte, o que os irmãos de José também cogitaram antes de jogá-lo em uma cisterna (Gênesis 37:18).

Por outro lado, nós, os que cremos, podemos admirar a glória da “túnica de várias cores” do Senhor Jesus.

(Continua no próximo domingo)

Extraído do devocional “Boa Semente” – literatura@terra.com.br

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: