Melhor é o pouco com o temor do SENHOR, do que um grande tesouro onde há inquietação

Versículos de hoje

Melhor é o pouco com o temor do SENHOR, do que um grande tesouro onde há inquietação. Provérbios 15:16

Considerai os corvos, que nem semeiam, nem segam, nem têm despensa nem celeiro, e Deus os alimenta; quanto mais valeis vós do que as aves? Lucas 12:24

Sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, pois o veremos como ele é.

Leia:

1 João 3:1-6

Sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, pois o veremos como ele é. 1 João 3:2

Mensagem:

Ao envelhecermos, nosso corpo físico se modifica completamente, mas enquanto estas mudanças ocorrem, mantemos nossa identidade. Os olhos podem precisar de óculos, as juntas podem inchar com a artrite, os ombros podem cair e o coração, doer por falta de oxigênio. Mesmo estas coisas acontecendo, podemos reconhecer uns aos outros por causa da nossa alma. O “eu” permanece constante, amadurecendo na presença do Senhor.

Pense em Jesus. Ele estava diferente após a ressurreição, mas ainda assim continuava sendo Jesus. Ele estava diferente; pelo menos Maria Madalena não o reconheceu de imediato. Mas quando Ele pronunciou o seu nome carinhosamente, ela alegremente o reconheceu. O mesmo aconteceu com Cléopas e seu amigo, e muitos outros. O corpo de Jesus após sua vitória sobre a morte se tornou espiritual — um corpo de verdade, perfeitamente adaptado à nova glória.

Isto acontece com todos os que vivem na presença de Cristo. Seu corpo foi para o túmulo. O nosso também irá. Porém, o que agora é perecível se tornará imperecível. Assim como Jesus! O que agora é frágil será modificado com poder. Assim como Jesus! O que agora é um corpo natural se tornará um corpo espiritual. Assim como Jesus!

Ore:

Senhor, tu és minha ressurreição e minha vida. Permita-me estar sempre consciente da tua presença e ajuda-me a segui-lo obedientemente para que eu possa ser como o Senhor quando encontrá-lo na glória. Amém.

Pense:

um dia também o corpo será eterno.

 

Muito bem, meu bom servo! respondeu o seu senhor

Leia:

Lucas 19:11-27

“‘Muito bem, meu bom servo!’, respondeu o seu senhor”. Lucas 19:17

Mensagem:

Uma palavra de elogio sincero muda nosso humor, transforma nosso dia, nos faz agir com bondade, querer servir e ajudar os outros. Se tivéssemos consciência disso, elogiaríamos sempre que possível e criticaríamos o mínimo necessário. Crianças que normalmente se sentem inseguras e inferiores são transformadas por palavras de elogio, de reconhecimento. A confiança toma o lugar da insegurança. A resolução toma o lugar da derrota. O elogio sincero enriquece a vida, intensifica a vontade de servir.

O elogio para uma vida bem vivida e uma tarefa bem feita é um dos aspectos da glória celestial. O Senhor Jesus reafirma, perante o trono do seu Pai, o nome de todos os que confessaram seu nome na terra. Sua presença elimina a doença e a fraqueza no momento da nossa morte e seu caloroso louvor nos recebe na casa do Pai.

Cheios da presença de Cristo, damos um copo de água gelada, visitamos uma prisão, alimentamos os famintos, entretemos os solitários ou cantarolamos um hino no quarto de um hospital. E, algum dia, o ouviremos dizer “Muito bem!” Não imagino como será. Mas só o fato de ouvir estas palavras do Mestre e Senhor, já será um estado de glória indescritível!

Ore:

Amado Jesus, conserva-nos fiéis enquanto teu Espírito opera em nós. Faze teus trabalhos de amor através de nossas vidas para que possamos ouvi-lo dizer “Muito bem!” Em teu nome oramos. Amém.

Pense:

O elogio sincero enriquece a vida, intensifica a vontade de servir.

Está próximo o tempo da minha partida


Leia:

2 Coríntios 5:1-10

Está próximo o tempo da minha partida. 2 Timóteo 4:6

Mensagem:

Paulo usou uma palavra pitoresca para descrever sua passagem para a outra vida: partida. A palavra partida pode ser usada para descrever o soltar das cordas de uma tenda. Ela mostra alguém desmontando o acampamento para seguir viagem. Paulo fez isso com freqüência ao viajar pelo mundo mediterrâneo. Ele via a sua morte como um desmontar do acampamento, a caminho da glória além.

A palavra partida também traz à mente o soltar das algemas. Paulo viu sua morte como o quebrar das correntes do cativeiro e dos poderes opressores deste mundo tenebroso. A palavra partida pode descrever, também, o soltar das cordas que amarram um barco ao cais. Paulo, que navegava freqüentemente no Mediterrâneo, estava acostumado com navegadores desamarrando cordas e soltando os barcos para navegar nos ventos e correntes do mar. Para Paulo, morrer era navegar com Jesus como capitão. Finalmente, a palavra partida significa soltar um animal do arado ou de uma carroça. Paulo ansiava descansar do trabalho. Através de Paulo podemos ver a morte como uma partida, soltando as cordas que nos amarram a este mundo pecaminoso. Para o cristão, a morte não é nada mais do que uma jornada segura com o Senhor da vida para um mundo radiante.

Ore:

s, quando a hora da morte chegar, ajuda-me a focar em ti os olhos da fé e ver a morte como uma partida ou uma jornada para a glória que tu recebeste das mãos do Pai. Amém.

Pense:

Para o cristão a morte é desmontar a barraca, desatracar-se do porto e partir para um novo destino.

Porque eu vivo, vocês também viverão

Leia:

João 14:15-24

Mensagem:

Tanto na vida quanto na morte, Jesus demonstrou que Ele é o pioneiro e aquele que aperfeiçoa nossa fé. Ele é nosso exemplo, fonte da nossa energia e objetivo das nossas vidas. Para ser como Jesus, algumas pessoas se tornam seus servos de tempo integral. Elas são encontradas onde há doença, ignorância e pobreza. Algumas destas pessoas até se mantêm em celibato como Cristo. Outros, como Tomás de Kempis, levam um diálogo íntimo e místico com Cristo, parecido com aquele que Jesus tinha com seu Pai. O seu livro Imitação de Cristo, continua deliciando seus leitores. Outros ainda podem ser como Dietrich Bonhoeffer, que foi um mártir nas mãos dos nazistas. Bonhoeffer escreveu a respeito de ser “moldado com o molde de Cristo”. Jesus, nosso exemplo e poder, foi concebido pelo Espírito Santo e mais tarde, após seu batismo, no poder do mesmo Espírito, realizou seu ministério até a sua doação final na cruz por nós. Ele deu sua vida para a glória de Deus e para a salvação do mundo!

A vida ressurreta de Jesus é nossa. Crendo nele, recebemos esta vida como um presente. E quando o tempo da nossa partida chegar, devolveremos a Deus a vida de ressurreição que Cristo nos deu, unindo-nos a todos os que foram na nossa frente.

Ore:

Senhor Jesus, tu és minha vida! Dá-me força para permanecer firme na fé até o dia da minha partida, porque em ti a minha vida já está limpa, renovada e redimida para sempre. Amém.

Pense:

Quem recebeu uma doação tão inestimável quanto a vida eterna é capaz de doar sua própria vida.

Uma coisa… é o que procuro: … contemplar a bondade do Senhor e buscar sua orientação no seu templo

Leia:

Salmo 27

 

Mensagem:

Com os olhos da fé podemos ver a presença de Deus. Ele nos cerca por todos os lados: O Senhor é “como a águia que desperta a sua ninhada, paira sobre os seus filhotes, e depois estende as asas para apanhá-los, levando-os sobre elas”. Esta é a presença de Deus sobre nós. (Deuteronômio 32:11) ”

O Deus eterno é o seu refúgio, e para segurá-lo estão os braços eternos”. Esta é a presença de Deus sob nós. (Deuteronômio 33:27)

“Sempre tenho o Senhor diante de mim. Com ele à minha direita, não serei abalado”. Esta é a presença de Deus ao nosso lado. (Salmo 16:8)

“O Senhor ia adiante deles, numa coluna de nuvem, para guiá-los no caminho”. Esta é a presença do Senhor à nossa frente. (Êxodo 13:21)

“O anjo de Deus que ia à frente dos exércitos de Israel retirou-se, colocando-se atrás deles.” Esta é a presença de Deus atrás de nós. (Êxodo 14:19)

“Como os montes cercam Jerusalém, assim o Senhor protege o seu povo, desde agora e para sempre”. Esta é a presença de Deus ao nosso redor. (Salmo 125:2)

“Cristo em vocês, a esperança da glória”. Esta é a presença de Deus dentro de nós. (Colossenses 1:27)

Ore:

Pai, Filho e Espírito Santo, dá-nos a consciência da tua presença ao nos reunirmos para observar tua beleza e buscarmos a ti em louvor, através de Cristo, nosso Senhor. Amém.

Pense:

“Porque eu vivo, vocês também viverão”. João 14:19

 

  

Estive morto, mas agora estou vivo para todo o sempre! E tenho as chaves da morte e do Hades. Apocalipse

Leia:

Apocalipse 1:1-18

Mensagem:

A morte pode ser vista como uma cidade com portões pesados. Jesus tem a chave destes portões. Para livrar-nos do poder aterrorizador da morte, ele deliberadamente se aproximou dos portões da morte e os abriu. Jesus foi a esta cidade e desarmou Satanás, que tinha o poder da morte. Jesus expiou o pecado e eliminou a morte para sempre. Ele caminhou pelas ruas desta cidade terrível, destruindo tudo o que pudesse nos aterrorizar quando morrêssemos. Sempre que pensarmos na morte, devemos lembrar que Jesus já esteve lá por nós.

Após vencer o inimigo por trás dos portões da morte e do inferno, Jesus voltou vitorioso. Agora, estes portões não têm poder algum sobre aqueles que, pela fé, pertencem ao Deus vivo. Alguns dos primeiros mártires cristãos demonstraram em suas mortes corajosas que eles criam totalmente em Jesus. Policarpo, bispo de Esmirna, creu no Deus Vivo. No sábado, 23 de fevereiro de 155, ele calmamente encontrou sua morte, queimado em uma fogueira. Recusando-se a se retratar, ele disse: “Eu o servi durante oitenta e seis anos e Ele nunca me faltou. Como posso blasfemar contra meu Rei, que me salvou?” Hoje, Policarpo vive com o Deus Vivo

Ore:

Senhor Jesus, quando a sombra da morte pairar sobre mim, deixa-me vê-lo segurando as chaves da morte e do Hades. Na minha morte deixa-me ver a tua vida em mim para sempre. Em teu nome. Amém.

Pense:

Sempre que pensarmos na morte, devemos nos lembrar que Jesus já esteve lá por nós.