AMAR E DOAR

Terça-Feira – 25/12/2007

AMAR E DOAR

Leia:
Se amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós, e o seu amor está aperfeiçoado em nós.?1 João 4:12

1 João ?4:7-12

Deus é amor
7Queridos amigos, amemos uns aos outros porque o amor vem de Deus. Quem ama é filho de Deus e conhece a Deus. 8Quem não ama não o conhece, pois Deus é amor. 9Foi assim que Deus mostrou o seu amor por nós: ele mandou o seu único Filho ao mundo para que pudéssemos ter vida por meio dele. 10E o amor é isto: não fomos nós que amamos a Deus, mas foi ele que nos amou e mandou o seu Filho para que, por meio dele, os nossos pecados fossem perdoados.
11Amigos, se foi assim que Deus nos amou, então nós devemos nos amar uns aos outros. 12Nunca ninguém viu Deus. Se nos amamos uns aos outros, Deus vive unido conosco, e o seu amor enche completamente o nosso coração.

Anne Frank, garota judia que escreveu um diário enquanto viveu num esconderijo durante a ocupação nazista na Holanda, registrou as seguintes palavras: “Ninguém nunca se tornou pobre doando.” Com certeza, ao doarmos, nós nos tornamos espiritualmente ricos.?Deus provou seu amor por nós doando seu Filho, como diz o texto que resume todo o Evangelho: “Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16) ?Se o dom mais precioso que alguém pode ter, a vida eterna, nos foi concedido graciosamente, precisamos repartir com os outros, todos os dias, os muitos presentes que Deus envia para nós. Dádivas decorrentes da sua graça, bondade e amor que tornam nossa vida rica de virtudes e bens. Doação é conseqüência do amor. Se amamos verdadeiramente a Deus e ao próximo, vamos doar nosso tempo, energia, dinheiro e outros recursos para socorrer os que estão necessitados ou para melhorar a vida das pessoas que vivem ao nosso redor.?Se não amamos, não podemos dizer que pertencemos a Deus. O amor é o teste da nossa ligação com Ele. Se amarmos uns aos outros com palavras e ações, Deus permanecerá em nós.


Pense:
Natal é amar e amar ?é pertencer a Deus.

Ore:
Senhor Deus, enche nossos corações com o teu amor e com o desejo de doar e repartir a nossa vida com os outros. Que ?a nossa doação reflita o amor de ?Cristo por nós. Em nome de quem oramos. Amém.


 

Pois o Senhor vosso Deus, é o Deus dos deuses, e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e terrível, que não faz acepção de pessoas, nem recebe peitas; Deuteronômio 10:17mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens; Filipenses 2:7

Versículos de hoje

Pois o SENHOR vosso Deus é o Deus dos deuses, e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e terrível, que não faz acepção de pessoas, nem aceita recompensas; Deuteronômio 10:17

Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; Filipenses 2:7

Milhares de pessoas se ajuntaram, de tal maneira que umas pisavam as outras. Então Jesus disse primeiro aos discípulos: – Cuidado com o fermento dos fariseus, isto é, com a falsidade deles.

Lucas 12:1-12

A respeito da falsidade
Mateus 10.26-27
1Milhares de pessoas se ajuntaram, de tal maneira que umas pisavam as outras. Então Jesus disse primeiro aos discípulos:
– Cuidado com o fermento dos fariseus, isto é, com a falsidade deles. 2Tudo o que está coberto vai ser descoberto, e o que está escondido será conhecido. 3Assim tudo o que vocês disserem na escuridão será ouvido na luz do dia. E tudo o que disserem em segredo, dentro de um quarto fechado, será anunciado abertamente.
De quem devemos ter medo
Mateus 10.28-31
4Jesus continuou:
– Eu afirmo a vocês, meus amigos: não tenham medo daqueles que matam o corpo, mas depois não podem fazer mais nada. 5Vou mostrar a vocês de quem devem ter medo: tenham medo de Deus, que, depois de matar o corpo, tem poder para jogar a pessoa no inferno. Sim, repito: tenham medo de Deus.
6– Por acaso não é verdade que cinco passarinhos são vendidos por algumas moedinhas? No entanto Deus não esquece nenhum deles. 7Até os fios dos cabelos de vocês estão todos contados. Não tenham medo, pois vocês valem mais do que muitos passarinhos!
Confessar e negar a Cristo
Mateus 10.32-33; 12.31-32; 10.19-20
8Jesus disse ainda:
– Eu digo a vocês que, se alguém afirmar publicamente que é meu, então o Filho do Homem também afirmará, diante dos anjos de Deus, que essa pessoa é dele. 9Mas aquele que disser publicamente que não é meu, o Filho do Homem também dirá diante dos anjos de Deus que essa pessoa não é dele.
10– Quem falar contra o Filho do Homem será perdoado, porém quem blasfemar contra o Espírito Santo não será perdoado.
11– Quando levarem vocês para serem julgados nas sinagogas ou diante dos governadores e autoridades, não fiquem preocupados, pensando como vão se defender ou o que vão dizer. 12Pois naquela hora o Espírito Santo lhes ensinará o que devem dizer.

Ainda havia uma outra forma em que a hipocrisia que caracterizava os fariseus podia se constituir num perigo para os discípulos: que os seguidores do Senhor Jesus escondam aos olhos do mundo sua relação com Ele. Eis por que o Senhor, na presença do povo, anima os Seus a confessá-LO abertamente diante dos homens sem temer as conseqüências. Sabemos que, de fato, terríveis perseguições esperavam os discípulos e os cristãos dos primeiros séculos. Com ternura o Senhor prepara os Seus amigos (v. 4) para esses dias difíceis e direciona os Seus pensamentos ao Pai celestial. Deus, que Se preocupa com um pardal de ínfimo valor, não teria cuidado de Seus filhos que passam por tribulação? E, ademais, quando eles fossem chamados a testificar, não deveriam se preocupar, porque o Espírito Santo lhes ensinaria as coisas que deveriam dizer.

Em nossos dias, na maioria dos países ocidentais, os crentes não são maltratados nem perseguidos até a morte. Mas, se são fiéis, serão, sim, odiados e menosprezados pelo mundo, algo que é sempre duro de suportar. Por isso estas exortações e as promessas que as acompanham também valem para nós. Peçamos ao Senhor que nos dê mais coragem para confessar o Seu precioso nome.

E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus e dizendo: Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens

Segunda-Feira 25 de Dezembro

E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus e dizendo: Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens! (Lucas 2:13-14).

UM FATO INCOMPREENSÍVEL

Talvez a história bíblica mais lembrada nesta época do ano entre os cristãos seja esse relato do evangelho de Lucas. Esse é o tema de muitos hinos, cânticos natalinos, quadros e pinturas. Contudo, o profundo significado desse aspecto da salvação humana, além de seu caráter único, corre o risco de ser negligenciado.

Algo incompreensível aconteceu na pequena cidade de Belém: o Filho de Deus se tornou Homem. O próprio Deus Se revelou aos seres humanos em Seu Filho, Jesus Cristo. Na “plenitude dos tempos”, Deus enviou Seu Filho ao mundo para nascer de mulher sob a lei (Gálatas 4:4). Esse foi o sinal para que uma grande miríade de anjos irrompesse em louvor, do qual agora gostaríamos de enfatizar a frase “boa vontade para com os homens”.

Livre de qualquer sentimento de ciúmes, a hoste celestial reconheceu que Deus “não tomou os anjos, mas tomou a descendência de Abraão” (Hebreus 2:16). Essa raça que, desde a Queda, tem continuamente desonrado a Deus, ignorando Seus mandamentos e persistindo em seus próprios caminhos, contudo, é objeto do plano de salvação de Deus.

O Filho de Deus se tornou carne humana, e não anjo, para redimir a criatura caída por meio de Sua morte sacrificial na cruz. Haveria alguma prova maior da boa vontade divina para com os homens?

gnorar a situação. Ele tinha de vir para remover a miséria causada por Satanás. Ele veio e viu. E Se dispôs a nos ajudar. Mas como?

Só havia um único caminho. Ele tinha de se tornar o Cordeiro de Deus e morrer como um sacrifício pelo perdido naquela vergonhosa cruz. Tudo isso estava de acordo com os conselhos de Deus. E Ele Se submeteu voluntariamente. Ele veio para salvar o perdido e, por Sua morte, tornou possível a salvação. Dessa forma Ele venceu o que nenhum outro conseguiu: Jesus venceu o mundo, a morte e Satanás (João 16:33, Apocalipse 3:21).

Extraído do devocional “Boa Semente” – literatura@terra.com.br

E tu, Belém, terra de Judá, não és de modo algum a menor entre as principais de Judá; porque de ti sairá o Guia que há de apascentar a meu povo, Israel

25 de Dezembro

“E tu, Belém, terra de Judá, não és de modo algum a menor entre as principais de Judá; porque de ti sairá o Guia que há de apascentar a meu povo, Israel.” Mateus 2.6

Enquanto os crentes, os teólogos nas redondezas de Belém e em Jerusalém ficavam discutindo as Escrituras, os sábios do Oriente, que eram gentios possuidores de uma fé singela e pura, foram abençoados pelo maravilhoso cumprimento dessas mesmas Escrituras. Hoje em dia não é diferente: enquanto os cristãos brigam entre si, e os teólogos publicam suas disputas, um pequeno grupo dentro da grande cristandade crê na profecia bíblica já cumprida e crê na Palavra de Deus que está se cumprindo em nossos dias, e assim recebe a bênção de Deus que é sem medida. Esses cristãos, por não crerem apenas na Palavra, mas também em seu cumprimento nos dias de hoje, também recebem a luz que vem de Deus. E é dessas pessoas que o Senhor Jesus diz: “Vós sois a luz do mundo”. Que grande tarefa! Por isso, firme-se na Palavra profética, que se cumpre hoje diante dos olhos de todos. Verdadeiramente podemos dizer: “Vimos a sua estrela!” O Rei está a caminho, Ele vem! A festa do Natal é a festa da esperança viva. Aquele que veio uma vez, brevemente voltará!

Extraído do livro “Pérolas Diárias” (de Wim Malgo)

VOZ DE COMANDO

Segunda-Feira – 24/12/2007

VOZ DE COMANDO

Leia:
“Vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os…”?Mateus 28:19-20

Mateus ?28:16-20

Jesus aparece aos onze discípulos
Marcos 16.14-18; Lucas 24.36-49; João 20.19-23; Atos 1.6-8
16Os onze discípulos foram para a Galiléia e chegaram ao monte que Jesus tinha indicado. 17E, quando viram Jesus, o adoraram; mas alguns tiveram suas dúvidas. 18Então Jesus chegou perto deles e disse:
– Deus me deu todo o poder no céu e na terra. 19Portanto, vão a todos os povos do mundo e façam com que sejam meus seguidores, batizando esses seguidores em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo 20e ensinando-os a obedecer a tudo o que tenho ordenado a vocês. E lembrem disto: eu estou com vocês todos os dias, até o fim dos tempos.

Às vezes, quando estou parado num sinal de trânsito, meus filhos vêem o sinal ficar verde antes de mim e gritam impacientes: “Pai, a luz está verde. Vamos!” O comando “vamos!” ou “vá!” é simples e tem o propósito de nos colocar em movimento.?A voz de comando de Jesus aos seus discípulos “vão e façam discípulos de todas as nações” soa como um exagero de linguagem. Jesus os estava estimulando a ir pelo menos além das fronteiras da Palestina. Afinal, os discípulos, um pequeno grupo, marginalizados pela sociedade, ainda se sentiam desanimados sob o impacto da morte do seu líder; e, agora, atônitos com a sua ressurreição. Demoraram tanto para obedecer as ordens do Mestre, que acabaram ficando ali por Jerusalém mesmo, reunindo-se nas casas dos crentes e no templo. Foi preciso uma sacudida violenta, o apedrejamento de Estevão, a perseguição, para finalmente se espalharem pelo mundo. “Vão! Já está passando da hora!” ?O Evangelho de Cristo chegou em praticamente todas as nações da Terra, mas ainda há muitos que precisam ouvir e crer. Jesus nos diz: “Vão!” Façam discípulos, batizem, ensinem. É uma grande tarefa que começa com a disposição de obedecer a uma simples voz de comando.


Pense:
Natal é obedecer à voz de?comando de Jesus que diz: “Vá!”

Ore:
Senhor Jesus, confessamos que temos falhado em viver da maneira que ordenaste, proclamando tua Palavra em verdade e obediência. Guia-nos para que compartilhemos a tua história com fidelidade. Amém.


 

Senhor, tu hás de estabelecer para nós a paz; pois tu fizeste para nós todas as nossas obras. Isaías 26:12ela dará à luz um filho, a quem chamarás JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados. Mateus 1:21

Versículos de hoje

SENHOR, tu nos darás a paz, porque tu és o que fizeste em nós todas as nossas obras. Isaías 26:12

E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados. Mateus 1:21