Quando Jesus e os discípulos iam pelo caminho, um homem disse a Jesus: – Eu estou pronto a seguir o senhor para qualquer lugar onde o senhor for.

Lucas 9:57-62

Algumas pessoas que queriam seguir Jesus
Mateus 8.18-22
57Quando Jesus e os discípulos iam pelo caminho, um homem disse a Jesus:
– Eu estou pronto a seguir o senhor para qualquer lugar onde o senhor for.
58Então Jesus disse:
– As raposas têm as suas covas, e os pássaros, os seus ninhos. Mas o Filho do Homem não tem onde descansar.
59Aí ele disse para outro homem:
– Venha comigo.
Mas ele respondeu:
– Senhor, primeiro deixe que eu volte e sepulte o meu pai.
60Jesus disse:
– Deixe que os mortos sepultem os seus mortos. Mas você vá e anuncie o Reino de Deus.
61Outro homem disse:
– Eu seguirei o senhor, mas primeiro deixe que eu vá me despedir da minha família.
62Jesus respondeu:
– Quem começa a arar a terra e olha para trás não serve para o Reino de Deus.
e 10:1-9

A missão dos setenta e dois
1Depois disso o Senhor escolheu mais setenta e dois dos seus seguidores e os enviou de dois em dois a fim de que fossem adiante dele para cada cidade e lugar aonde ele tinha de ir. 2Antes de os enviar, ele disse:
– A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos. Por isso, peçam ao dono da plantação que mande trabalhadores para fazerem a colheita. 3Vão! Eu estou mandando vocês como ovelhas para o meio de lobos. 4Não levem bolsa, nem sacola, nem sandálias. E não parem no caminho para cumprimentar ninguém. 5Quando entrarem numa casa, façam primeiro esta saudação: “Que a paz esteja nesta casa!” 6Se um homem de paz morar ali, deixem a saudação com ele; mas, se o homem não for de paz, retirem a saudação. 7Fiquem na mesma casa e comam e bebam o que lhes oferecerem, pois o trabalhador merece o seu salário. Não fiquem mudando de uma casa para outra.
8– Quando entrarem numa cidade e forem bem recebidos, comam a comida que derem a vocês. 9Curem os doentes daquela cidade e digam ao povo dali: “O Reino de Deus chegou até vocês.”

É fácil dizer: “Seguir-te-ei para onde quer que fores” (v. 57). Mas o Senhor Jesus não ocultou o que se requer daqueles que querem segui-LO (vide v. 23). Os maiores obstáculos não se encontram no caminho, porém em nossos corações; e, para nos ajudar a descobri-los, o Senhor lança luz sobre as verdadeiras motivações do coração do homem. O pendor ao conforto (v. 58), isso ou aquilo a que nos apegamos, costumes e hábitos (v. 59, 61) podem facilmente tomar o lugar da obediência que devemos a Cristo. Essas coisas podem facilmente nos levar a lamentar, a olhar para trás e, talvez o que seria vergonhoso, a desistir de tudo.

No capítulo 10 o Senhor Jesus separa 70 obreiros, e Ele mesmo os envia à seara. Dão-lhes instruções e lhes envia “como cordeiros para o meio de lobos” (v. 3), pois devem evidenciar a humildade e a brandura d’Aquele que em meio desses mesmos lobos foi o Cordeiro.

Hoje, como antes, há poucos obreiros. Supliquemos, pois, com veemência ao Senhor da grande seara (2 Tessalonicenses 3:1). Ele é Aquele encarregado de designar, de formar e de enviar novos obreiros. Contudo, para poder orar com fervor e sinceramente por essa questão, precisamos nós mesmos estar dispostos a ser enviados, acatando a designação divina.

E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito

Terça-feira – 19 de Dezembro

E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito (João 19:30).

NA CRUZ, JESUS DISSE: “ESTÁ CONSUMADO”

Na cruz, depois de horas de expiação e de haver tomado o vinagre, Jesus comprovou que Sua missão no mundo havia terminado e disse: “Está consumado.” Então, em um ato soberano, entregou o espírito.

O evangelho de Marcos diz que Jesus deu “um grande brado”, e que “o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo” (15:38), abrindo-se e dando acesso ao Santo dos Santos, no qual o sumo sacerdote podia entrar somente uma vez ao ano. Este foi o resultado da missão cumprida: o acesso a Deus se abriu a todos os que crêem, porque a barreira entre Deus e os homens, nossos incontáveis pecados, foi destruída.

Assim foi saldada a dívida de todos os que crêem, os quais são adotados por Deus como Seus filhos e se tornam membros do Corpo de Cristo (Efésios 1:5-6).

Também foi saldada a dívida dos que, como Sete, Abraão, e milhões de outros homens e mulheres do Antigo Testamento, creram em Deus muito antes da cruz; se eles puderam gozar do favor de Deus foi porque Ele viu de antemão o preço pago pelo sacrifício de Seu Filho (Romanos 3:25-26).

“Está consumado” também significa o cumprimento da primeira profecia da Bíblia: a sentença pronunciada por Deus contra a serpente: “E porei inimizade entre ti e a mulher e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar” (Gênesis 3:15). Ao adorarmos hoje ao Senhor, pensemos no custo da frase “Está consumado”!

oporcional ao poder do Criador.

Talvez alguns de nossos leitores se oponham: “Esperar um milagre não é algo fora da realidade?” Isso tem de ser deixado a cargo de Deus. Absolutamente nada é grande demais para Ele. Muitos têm entregue suas necessidades e problemas a Ele e experimentam Sua maravilhosa ajuda. Deus tem infinitos meios à Sua disposição: Ele não precisa agir sempre como agiu com Daniel. Mas temos de render nossa vida, voltar a Deus e começar novamente, vivendo com Ele, cultivando um relacionamento íntimo e amando-O todos os dias.

Extraído do devocional “Boa Semente” – literatura@terra.com.br

Falava o Senhor a Moisés face a face, como qualquer fala a seu amigo.”

19 de Dezembro

“Falava o Senhor a Moisés face a face, como qualquer fala a seu amigo.” Êxodo 33.11

Sobre Moisés lemos coisas bem simples, mas muito impressionantes: “E Moisés levou o povo fora do arraial ao encontro de Deus.” Em que consistia a autoridade de Moisés? A resposta é muito simples: ele vivia diretamente na presença de Deus! Moisés havia achado graça diante dos olhos de Deus. Quero salientar que você só pode conduzir uma pessoa em direção a Deus até o ponto em que você mesmo vive na presença de Deus. Seus filhos espirituais são aquilo que você é espiritualmente. Hoje o Senhor quer atrair você para o Seu amor. Quando caímos nas profundezas da perdição, Ele desce mais fundo ainda para nos resgatar e levar de volta para perto do coração do Pai. Por isso é de tão grande significado a questão: até que ponto você já foi ao encontro do Senhor interiormente? Se você está longe dEle, então ouça agora o que Ele lhe diz: “Com amor eterno eu te amei, por isso com benignidade te atraí.” Esse ato de Deus de atrair as pessoas para junto de si passa pelo Calvário. O supremo amor de Deus, que foi até a cruz, também quer nos atrair à cruz. Lá estaremos o mais próximo possível de Deus, e ocultos em Deus com Cristo, lá nos identificamos com Ele!

Extraído do livro “Pérolas Diárias” (de Wim Malgo)

O DEUS poderoso, o SENHOR, falou e chamou a terra desde o nascimento do sol até ao seu ocaso. Salmos 50:1Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele. 1 Coríntios 8:6

Versículos de hoje

O DEUS poderoso, o SENHOR, falou e chamou a terra desde o nascimento do sol até ao seu ocaso. Salmos 50:1

Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele. 1 Coríntios 8:6

NÃO TENHA MEDO

Quarta-Feira – 19/12/2007

NÃO TENHA MEDO

Leia:
[Adão] respondeu: “Ouvi teus passos no jardim e fiquei com medo…”?Gênesis 3:10

Gênesis ?3:1-10

A desobediência do primeiro casal
1A cobra era o animal mais esperto que o Senhor Deus havia feito. Ela perguntou à mulher:
– É verdade que Deus mandou que vocês não comessem as frutas de nenhuma árvore do jardim?
2A mulher respondeu:
– Podemos comer as frutas de qualquer árvore, 3menos a fruta da árvore que fica no meio do jardim. Deus nos disse que não devemos comer dessa fruta, nem tocar nela. Se fizermos isso, morreremos.
4Mas a cobra afirmou:
– Vocês não morrerão coisa nenhuma! 5Deus disse isso porque sabe que, quando vocês comerem a fruta dessa árvore, os seus olhos se abrirão, e vocês serão como Deus, conhecendo o bem e o mal.
6A mulher viu que a árvore era bonita e que as suas frutas eram boas de se comer. E ela pensou como seria bom ter entendimento. Aí apanhou uma fruta e comeu; e deu ao seu marido, e ele também comeu. 7Nesse momento os olhos dos dois se abriram, e eles perceberam que estavam nus. Então costuraram umas folhas de figueira para usar como tangas.
8Naquele dia, quando soprava o vento suave da tarde, o homem e a sua mulher ouviram a voz do Senhor Deus, que estava passeando pelo jardim. Então se esconderam dele, no meio das árvores. 9Mas o Senhor Deus chamou o homem e perguntou:
– Onde é que você está?
10O homem respondeu:
– Eu ouvi a tua voz, quando estavas passeando pelo jardim, e fiquei com medo porque estava nu. Por isso me escondi.

Na história do Natal, os pastores cuidavam dos seus rebanhos nos campos à noite. Eles provavelmente estavam sentados ao redor de uma fogueira quando um anjo reluzente apareceu. A Bíblia diz que eles “ficaram aterrorizados” (Lucas 2:9). ?Talvez o primeiro sentimento de Adão e Eva, depois de terem pecado, tenha sido o medo. Quando ouviram Deus se aproximar no jardim, eles se esconderam. Deus então perguntou por que eles estavam se escondendo e Adão respondeu que estava com medo. Daquele dia em diante, nós vivemos com medo — medo de Deus, medo dos outros, medo do futuro, medo da velhice e medo da morte. ?Há muito na vida para se temer. É por isso que as palavras do anjo, anunciando o nascimento de Cristo que veio reverter os efeitos do pecado no mundo, são tão importantes. Ele disse: “Não tenha medo.” A mensagem é simples e clara.?Ter medo pode ser uma forma natural de preservar a vida. O medo nos impede de certas ousadias e aventuras que nos colocariam em perigo. Mas o medo doentio que destrói nossa auto-estima, nos impede de viver uma vida normal, nos afasta de Deus e das pessoas, pode ser vencido quando as Boas Novas de alegria da vinda de Jesus inundam nossos corações.


Pense:
Natal é quando a fé espanta o medo.

Ore:
Pai celestial, não queremos viver com medo e ansiosos. Ajuda-nos a lembrar que pertencemos a ti, que podemos confiar em ti e que tu cuidas de nós sempre. Em Cristo Jesus, nosso Senhor. Amém.


 

ESPÍRITOS MINISTRADORES

Terça-Feira – 18/12/2007

ESPÍRITOS MINISTRADORES

Leia:
E aconteceu que um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor resplandeceu ao redor deles. ?Lucas 2:9

Lucas ?2:8-15

Os pastores e os anjos
8Naquela região havia pastores que estavam passando a noite nos campos, tomando conta dos rebanhos de ovelhas. 9Então um anjo do Senhor apareceu, e a luz gloriosa do Senhor brilhou por cima dos pastores. Eles ficaram com muito medo, 10mas o anjo disse:
– Não tenham medo! Estou aqui a fim de trazer uma boa notícia para vocês, e ela será motivo de grande alegria também para todo o povo! 11Hoje mesmo, na cidade de Davi, nasceu o Salvador de vocês – o Messias, o Senhor! 12Esta será a prova: vocês encontrarão uma criancinha enrolada em panos e deitada numa manjedoura.
13No mesmo instante apareceu junto com o anjo uma multidão de outros anjos, como se fosse um exército celestial. Eles cantavam hinos de louvor a Deus, dizendo:

14– Glória a Deus nas maiores alturas do céu!
E paz na terra para as pessoas a quem ele quer bem!

15Quando os anjos voltaram para o céu, os pastores disseram uns aos outros:
– Vamos até Belém para ver o que aconteceu; vamos ver aquilo que o Senhor nos contou.

Muitas decorações de Natal incluem anjos. Os anjos tiveram um papel importante na história do nascimento de Jesus. Eles trouxeram as boas novas da vinda do Messias, e um anjo anunciou o seu nascimento aos pastores. Ele disse: “Estou lhes trazendo boas novas de grande alegria, que são para todo o povo: Hoje, na cidade de Davi, lhes nasceu o Salvador, que é Cristo, o Senhor.” ?A Bíblia diz que os anjos são “espíritos ministradores”, e que, sem saber, algumas pessoas os hospedaram (Hebreus 1:4; 13:2). ?Anjos são enviados de Deus para tarefas especiais. Eles não estão a serviço dos seres humanos, mas sempre a serviço do Deus Eterno. E, apesar de terem sido importantes na história do Natal, Jesus é o ponto central dos acontecimentos.?Os anjos são parte da história e tiveram o privilégio de anunciar as Boas Novas de que Cristo veio à Terra. Mas eles não participam do mistério da grande salvação de Jesus. Pedro diz: “Foi a respeito dessa salvação que os profetas que falaram da graça destinada a vocês investigaram e examinaram, procurando saber o tempo e as circunstâncias para os quais apontava o Espírito de Cristo que neles estava… coisas que até os anjos anseiam observar.” (1 Pedro 1:10-12)


Pense:
Natal é relembrar os anjos, sem esquecer que eles são apenas mensageiros do grande Rei.

Ore:
Senhor Jesus, somos-te gratos por todos os anjos e mensageiros da tua graça e verdade que vieram até nós. Que, como eles, possamos testemunhar aos outros e levar as tuas boas novas. ?Amém.

Jesus chorou. Então as pessoas disseram: – Vejam como ele amava Lázaro!

Segunda-Feira – 17/12/2007

JESUS CHOROU

Leia:
Jesus chorou. Então os judeus disseram: “Vejam como ele o amava!”?João 11:35-36

35Jesus chorou.
36Então as pessoas disseram:
– Vejam como ele amava Lázaro!

João ?11:32-45

Será que Jesus chorou quando era bebê? Uma canção antiga e popular de Natal diz que “o pequenino Jesus nenhuma lágrima derramava”. Mas como os bebês choram quando nascem para que o ar possa entrar em seus pulmões, certamente Jesus chorou.?Os jovens pais logo se acostumam com o choro do seu bebê. Sabem quando ele está com fome ou se precisam trocar a fralda — e com freqüência esse choro os acorda no meio da noite! O choro faz parte da rotina dos bebês. A Bíblia não nos diz se Jesus chorou quando criança, mas nos diz que Ele chorou quando adulto.?Jesus foi visitar as irmãs de Lázaro, seu amigo, por ocasião de sua morte. Maria e Marta choravam e outros membros da comunidade também. Quando Jesus as viu, “agitou-se no espírito… perturbou-se… e chorou”. Todas as pessoas sabem o que é chorar e prantear; o que é enfrentar o sofrimento, a perda e a dor da separação. Jesus também conhece essas coisas. Ele sabe e nos ajuda em nossos problemas, ouve nosso lamento e vê as nossas lágrimas.?Que maravilhoso presente é saber que o Deus do Universo tornou-se humano, compreende quando choramos e nos prometeu que, um dia, enxugará nossas lágrimas para sempre (Apocalipse 21:4).


Pense:
Natal é chorar com os que choram e saber que Jesus virá outra vez e enxugará dos olhos toda lágrima.

Ore:
Senhor Jesus, tu és a ressurreição e a vida. Tu te tornaste como nós e conheces nossos sorrisos e nossas lágrimas. Somos gratos a ti pela alegria e pelo consolo de saber que tu nos amas. Amém.