UMA GRANDE LUZ

Quarta-Feira – 05/12/2007

UMA GRANDE LUZ

Leia:
O povo que caminhava em trevas viu uma grande luz. Isaías 9:2

Isaías 9:2-5

2O povo que andava na escuridão
viu uma forte luz;
a luz brilhou
sobre os que viviam nas trevas.
3Tu, ó Deus, aumentaste esse povo
e lhe deste muita felicidade.
Eles se alegram pelo que tens feito,
como se alegram os que fazem as colheitas
ou como os que repartem as riquezas
tomadas na guerra.
4Tu arrebentaste as suas correntes de escravos,
quebraste o bastão com que eram castigados;
acabaste com o inimigo que os dominava,
assim como no passado acabaste com os midianitas.

5As botas barulhentas dos soldados
e todas as suas roupas sujas de sangue
serão completamente destruídas pelo fogo.

Há alguns anos, meu sogro e eu fomos acampar na encosta de uma montanha. Na tarde seguinte, saí sozinho para pescar e, quando o sol começou a se pôr, juntei meus pertences para voltar à barraca. Mas a escuridão chega logo nas montanhas e, antes que eu pudesse alcançar o acampamento, não havia mais luz. Eu estava perdido. O barulho da água do rio abafava qualquer grito por socorro. Sem nenhum senso de direção, o medo tomou conta do meu ser. De repente, vi uma luz distante: meu sogro, munido de uma lanterna, procurava por mim. Imediatamente a minha insegurança desapareceu. Isaías escreveu o seguinte: “O povo que caminhava em trevas viu uma grande luz; sobre os que viviam na terra da sombra da morte raiou uma luz.”Hoje sabemos que Jesus é a luz da qual o profeta falava, porém, tantas pessoas estão perdidas. Perdidas no pecado, na desesperança e na escuridão de uma vida inútil. Muitos têm buscado a verdade, mas apenas encontram mentiras; buscam a esperança, mas apenas encontram o desespero. Precisam descobrir a luz que é Jesus Cristo e precisam que alguém o aponte a eles. Neste mês, vamos procurar pessoas que precisam da luz de Cristo para brilhar em suas vidas.


Pense:
Natal é seguir a luz de Cristo.

Ore:
Senhor Jesus, luz do mundo, agradecemos-te a esperança que tu nos dás em lugar da escuridão. Ajuda-nos a compartilhar a tua luz, o teu perdão e o teu amor com aqueles que estão perdidos. Amém.

Uram, Seregeknek Istene! Kicsoda olyan erõs, mint te vagy Uram? És a te hûséges voltod körülvesz téged. Salmos 89:9És megfélemlének nagy félelemmel, és ezt mondják vala egymásnak: Kicsoda hát ez, hogy mind a szél, mind a tenger engednek néki? Marcos 4:41

Versículos de hoje

 

Tu dominas o ímpeto do mar; quando as suas ondas se levantam, tu as fazes aquietar. Salmos 89:9

E sentiram um grande temor, e diziam uns aos outros: Mas quem é este, que até o vento e o mar lhe obedecem? Marcos 4:41

Depois disso Jesus saiu e viu um cobrador de impostos, chamado Levi, sentado no lugar onde os impostos eram pagos. Jesus lhe disse: – Venha comigo.

Lucas 5:27-39
Jesus e Levi
Mateus 9.9-13; Marcos 2.13-17
27Depois disso Jesus saiu e viu um cobrador de impostos, chamado Levi, sentado no lugar onde os impostos eram pagos. Jesus lhe disse:
– Venha comigo.
28Levi se levantou, deixou tudo e seguiu Jesus. 29Então Levi fez para Jesus uma grande festa na sua casa. Havia ali muitos cobradores de impostos, e outras pessoas estavam sentadas com eles. 30Os fariseus e os mestres da Lei, que eram do partido dos fariseus, ficaram zangados com os discípulos de Jesus e perguntaram:
– Por que vocês comem e bebem com os cobradores de impostos e com outras pessoas de má fama?
31Jesus respondeu:
– Os que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes. 32Eu não vim para chamar os bons, mas para chamar os pecadores, a fim de que se arrependam dos seus pecados.
Jesus e o jejum
Mateus 9.14-17; Marcos 2.18-22
33Algumas pessoas disseram a Jesus:
– Os discípulos de João Batista jejuam muitas vezes e fazem orações, e os discípulos dos fariseus fazem o mesmo. Mas os discípulos do senhor não jejuam.
34Jesus respondeu:
– Vocês acham que podem obrigar os convidados de uma festa de casamento a jejuarem enquanto o noivo está com eles? Claro que não! 35Mas chegará o tempo em que o noivo será tirado do meio deles; então sim eles vão jejuar!
36Jesus fez também esta comparação:
– Ninguém corta um pedaço de uma roupa nova para remendar uma roupa velha. Se alguém fizer isso, estraga a roupa nova, e o pedaço de pano novo não combina com a roupa velha. 37Ninguém põe vinho novo em odres velhos. Se alguém fizer isso, os odres rebentam, o vinho se perde, e os odres ficam estragados. 38Não. Vinho novo deve ser posto em odres novos. 39E ninguém quer vinho novo depois de beber vinho velho, pois diz: “O vinho velho é melhor.”

Levi (ou Mateus – Mateus 9:9) estava no trabalho quando o Senhor Jesus o chamou. Ele deixou tudo, se levantou e O seguiu. Depois recebeu o Senhor em sua casa juntamente com os seus antigos colegas, dando-lhes uma oportunidade de se encontrar com o Seu novo Mestre. (Que também seja este o motivo quando convidamos alguém à nossa casa!) Esses publicanos (coletores de impostos) eram odiados pelos outros judeus porque se enriqueciam à custa deles e tiravam proveito pessoal do jugo romano. Eis o porquê da indignação dos fariseus e dos escribas quando viram o Senhor Jesus e os Seus discípulos comendo com publicanos e pecadores. Quantas pessoas estão mais inclinadas a se apartarem dos pecadores que do pecado! Em resposta a estas suas murmurações, o Senhor Jesus Se faz conhecer como o grande Médico das almas. Assim como o doutor não se ocupa com os pacientes sadios (ou os que pensam que estão bem), o Senhor só pode ocupar-se dos que reconhecem seu estado pecaminoso.

Depois os escribas e fariseus perguntam acerca do jejum. O Senhor lhes responde que este sinal de tristeza não era oportuno enquanto Ele, o Esposo, estivesse no meio deles. Ademais, a servidão da lei e das ordenanças não é coerente com a liberdade e a alegria que a graça proporciona (v. 36-37).

Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios. É ele que perdoa todas as tuas iniqüidades… quem redime a tua vida da perdição… Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó.

Terça-feira – 5 de Dezembro

Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios. É ele que perdoa todas as tuas iniqüidades… quem redime a tua vida da perdição… Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó. (Salmo 103:2-5, 14).

PRAZO ADIADO

Guardo uma inesquecível recordação do dia 10 de junho de 1940. O dia inteiro, desde a alva até o anoitecer, senti a morte me rondando com suas asas: caí em uma emboscada nas linhas inimigas, era o alvo das metralhadoras cujas balas ricocheteavam, enquanto, estendido na trincheira, avançava penosamente em direção a um posto francês que, por um incrível erro, também disparavam contra mim. Por fim, consegui sair daquela terrível situação. Em minha angústia, mesmo sendo cristão, sentindo-me tão perto da morte, pedi a Deus um adiamento. Aos vinte e seis anos, Deus me respondeu e me deu mais do que pedi: um adiamento de cinqüenta e seis anos de vida.

Sem dúvida, agora sei que minha vida se aproxima do fim e sinto-me desafiado pelas palavras de Ezequiel, a quem Deus concedeu mais quinze anos de vida (Isaías 38:5). “Mas não correspondeu Ezequias ao benefício que se lhe fez” (2 Crônicas 32:25). Como usei esse tempo que o Senhor me concedeu? É uma pergunta que esquadrinha, mas que também exalta a maravilhosa graça de Deus, que não nos trata conforme nós merecemos (Salmo 103:10). “O Senhor é bom, uma fortaleza no dia da angústia, e conhece os que confiam nele” (Naum 1:7).

“A ele seja dada a glória, assim agora como no dia da eternidade. Amém!” (2 Pedro 3:18).

Extraído do devocional “Boa Semente” – literatura@terra.com.br

Pois se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus, mediante Jesus, trará juntamente em sua companhia os que dormem

“Pois se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus, mediante Jesus, trará juntamente em sua companhia os que dormem.” 1 Tessalonicenses 4.14

Afinal, será que é possível todos os renascidos serem arrebatados do meio da multidão? Qual é a força que tem condições de distinguir com tanta precisão quem deve ser retirado e quem deve ficar? Certa vez, essa pergunta foi feita a Edison, o famoso descobridor da lâmpada elétrica. Seus sábios colegas lhe perguntaram: “Como é possível somente os crentes serem arrebatados ao encontro do Senhor?” Ele lhes respondeu com uma explicação bem prática. Tomou uma caixa de areia bem fina e misturou nela limalha de ferro miúda, sacudindo tudo muito bem. Por cima da caixa de areia ele colocou um ímã potente. Embora a areia começasse a se mexer, nada aconteceu com ela. As pequenas partículas de ferro, porém, voaram todas em direção ao ímã. Assim será por ocasião do arrebatamento! Todos aqueles que tiverem a aptidão interior, a ligação com o Cordeiro de Deus, serão arrebatados. Qual é, portanto, a força motriz para desencadear esse processo? O arrebatamento, pelo qual esperamos, será uma irradiação do poder da ressurreição de Jesus Cristo. Aquele que não crê na ressurreição de Jesus também não pode ser arrebatado.

Extraído do livro “Pérolas Diárias” (de Wim Malgo)

DESEJO DE FELICIDADE

Terça-Feira – 04/12/2007

DESEJO DE FELICIDADE

Leia:
Gênesis 29:31-35;

Os filhos de Jacó
31Quando o Senhor Deus viu que Jacó desprezava Léia, fez com que ela pudesse ter filhos, mas Raquel não podia ter filhos. 32Léia ficou grávida e deu à luz um filho; e pôs nele o nome de Rúben. Ela explicou assim:
– O Senhor viu que eu estava triste, mas agora o meu marido vai me amar.
33Léia ficou grávida outra vez e teve outro filho, a quem deu o nome de Simeão. E disse:
– O Senhor ouviu que eu era desprezada e por isso me deu mais este filho.
34Léia engravidou ainda outra vez e teve mais um filho, a quem chamou de Levi, pois disse assim:
– Agora o meu marido ficará mais unido comigo, pois já lhe dei três filhos.
35Léia ficou grávida mais uma vez e teve outro filho. A esse deu o nome de Judá e disse:
– Desta vez louvarei a Deus, o Senhor.
Depois disso não teve mais filhos.
30:22-30

22Então Deus lembrou de Raquel. Ele ouviu a sua oração e fez com que ela pudesse ter filhos. 23Ela engravidou e deu à luz um filho. Então disse:
– Deus não deixou que eu continuasse envergonhada por não ter filhos. 24Que o Senhor Deus me dê mais um filho.
Por isso ela pôs nele o nome de José.
Jacó e Labão fazem um trato
25Depois do nascimento de José, Jacó disse a Labão:
– Deixe-me voltar para a minha terra. 26Dê-me os meus filhos e as minhas mulheres, que eu ganhei trabalhando para o senhor, e eu irei embora. O senhor sabe muito bem quanto eu o tenho servido.
27Labão respondeu:
– Fique comigo, por favor, pois por meio de adivinhações fiquei sabendo que o Senhor Deus está me abençoando por causa de você. 28Diga quanto quer ganhar, que eu pagarei.
29Então Jacó disse:
– O senhor sabe como tenho trabalhado e como tenho cuidado dos seus animais. 30Antes de eu chegar, o senhor tinha pouco, mas depois tudo aumentou muito. E Deus tem abençoado o senhor em todos os lugares por onde eu tenho andado. Mas agora preciso cuidar da minha própria família.

Deu-lhe o nome de José e disse: “Que o Senhor me acrescente ainda outro filho.”Gênesis 30:24

Nesta semana, meu filho me entregou sua lista de presentes para o Natal – uma lista bem feita, comprida, com os mais recentes lançamentos de jogos e brinquedos. Os publicitários fizeram um trabalho bem feito! Não é segredo que, para muitos, o Natal significa apenas um momento de dar e receber presentes e de participar de uma grande ceia. Eles estão convencidos de que serão felizes se conseguirem o que querem. Encontramos esse tipo de desejo na história de Jacó e de suas esposas, Lia e Raquel. Os três desejavam desesperadamente alguma coisa e estavam convencidos de que seriam felizes se conseguissem o que queriam. Lia desejava o amor de Jacó. Jacó amava Raquel. Raquel desejava um filho. Lia tinha filhos. E Jacó queria os rebanhos de seu sogro Labão. Mas as coisas deste mundo não proporcionam felicidade eterna. Quando Deus abençoou Raquel com um filho, ela ficou feliz, mas, ao dar nome ao menino, suas primeiras palavras foram: “Que o Senhor me acrescente ainda outro filho.” Se buscarmos algo que pensamos nos fazer felizes, devemos lembrar que, no Natal, Deus nos deu tudo o que nossos corações precisam. Deus nos deu seu Filho, Jesus Cristo, e por meio dele nos concedeu seu amor e sua graça.


Pense:
Natal é ter tudo o que nosso coração deseja: Jesus!

Ore:
Pai bondoso, somos-te gratos pela alegria e esperança eternas que provêm de Jesus Cristo. Ajuda-nos a nos desprender das promessas vazias deste mundo e a encontrar satisfação em teu Filho. Amém.


 

וּפָנִ֣יתִי אֲלֵיכֶ֔ם וְהִפְרֵיתִ֣י אֶתְכֶ֔ם וְהִרְבֵּיתִ֖י אֶתְכֶ֑ם וַהֲקִימֹתִ֥י אֶת־בְּרִיתִ֖י אִתְּכֶֽם׃

Versículos de hoje

E para vós olharei, e vos farei frutificar, e vos multiplicarei, e confirmarei a minha aliança convosco. Levítico 26:9

E disse o Senhor em visão a Paulo: Não temas, mas fala, e não te cales; Porque eu sou contigo, e ninguém lançará mão de ti para te fazer mal, pois tenho muito povo nesta cidade. Atos dos Apóstolos 18:9,10