Wamdala ke uThixo umntu ngokomfanekiselo wakhe; wamdala ngokomfanekiselo kaThixo; wadala indoda nenkazana. Gênesis 1:27Ngokuba abo wabaziyo ngenxa engaphambili, wabamisela ngenxa engaphambili ukuba bafane nomfanekiselo woNyana wakhe, ukuze abe ngowamazibulo kubazalwana abaninzi. Romanos 8:29

Versículos de hoje

E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Gênesis 1:27

Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. Romanos 8:29

22Depois Jesus e os discípulos chegaram ao povoado de Betsaida. Algumas pessoas trouxeram um cego e pediram a Jesus que tocasse nele.

Marcos 8:22-38

Jesus e o cego de Betsaida
22Depois Jesus e os discípulos chegaram ao povoado de Betsaida. Algumas pessoas trouxeram um cego e pediram a Jesus que tocasse nele. 23Ele pegou o cego pela mão e o levou para fora do povoado. Então cuspiu, passou a saliva nos olhos do homem, pôs a mão sobre ele e perguntou:
– Você está vendo alguma coisa?
24O homem olhou e disse:
– Vejo pessoas; elas parecem árvores, mas estão andando.
25Jesus pôs outra vez as mãos sobre os olhos dele. Dessa vez o cego olhou firme e ficou curado; aí começou a ver tudo muito bem. 26Em seguida, Jesus mandou o homem para casa e ordenou:
– Não volte para o povoado!
A afirmação de Pedro
Mateus 16.13-20; Lucas 9.18-21
27Depois Jesus e os seus discípulos foram para os povoados que ficam perto de Cesaréia de Filipe. No caminho, ele lhes perguntou:
– Quem o povo diz que eu sou?
28Os discípulos responderam:
– Alguns dizem que o senhor é João Batista; outros, que é Elias; e outros, que é um dos profetas.
29– E vocês? Quem vocês dizem que eu sou? – perguntou Jesus.
– O senhor é o Messias! – respondeu Pedro.
30Então Jesus proibiu os discípulos de contarem isso a qualquer pessoa.
Jesus fala da sua morte e da sua ressurreição
Mateus 16.21-28; Lucas 9.22-27
31Jesus começou a ensinar os discípulos, dizendo:
– O Filho do Homem terá de sofrer muito. Ele será rejeitado pelos líderes judeus, pelos chefes dos sacerdotes e pelos mestres da Lei. Será morto e, três dias depois, ressuscitará.
32Jesus dizia isso com toda a clareza. Então Pedro o levou para um lado e começou a repreendê-lo. 33Jesus virou-se, olhou para os discípulos e repreendeu Pedro, dizendo:
– Saia da minha frente, Satanás! Você está pensando como um ser humano pensa e não como Deus pensa.
34Aí Jesus chamou a multidão e os discípulos e disse:
– Se alguém quer ser meu seguidor, que esqueça os seus próprios interesses, esteja pronto para morrer como eu vou morrer e me acompanhe. 35Pois quem põe os seus próprios interesses em primeiro lugar nunca terá a vida verdadeira; mas quem esquece a si mesmo por minha causa e por causa do evangelho terá a vida verdadeira. 36O que adianta alguém ganhar o mundo inteiro, mas perder a vida verdadeira? 37Pois não há nada que poderá pagar para ter de volta essa vida. 38Portanto, se nesta época de incredulidade e maldade alguém tiver vergonha de mim e dos meus ensinamentos, então o Filho do Homem, quando vier na glória do seu Pai com os santos anjos, também terá vergonha dessa pessoa.

Em Betsaida – essa cidade cuja incredulidade o Senhor condena (Mateus 11:21) -, Ele opera ainda um outro milagre em favor de um pobre cego. Foram necessárias duas intervenções do Senhor para curá-lo. Assim também ocorre que, às vezes, são necessários alguns passos até que cheguemos à luz de Deus (Filipenses 1:6).

Depois disso, o Senhor Jesus pergunta a Seus discípulos qual é a opinião das pessoas acerca dEle. A seguir dirige-lhes pessoalmente a questão fundamental: “Mas vós, quem dizeis que eu sou?” Sim, sejam quais forem as opiniões que os demais possam ter acerca do Senhor Jesus, eu devo conhecê-LO pessoalmente. Porém, a estima de Sua pessoa é somente o ponto de partida no caminho em que Ele me convida a segui-LO: o caminho é de abnegação e da cruz onde eu morri juntamente com Ele. Algumas pessoas, quando provadas, falam com resignação da cruz que têm de carregar, ou do “Calvário” que devem aceitar. Mas isto não é o que o Senhor quer dizer aqui. Ele pede a cada crente que tome voluntariamente o fardo do desprezo e do sofrimento que o mundo sempre imporá ao crente que for fiel (Gálatas 6:14). “Por causa de mim”, sublinha o Senhor, pois este é o grande segredo que permite ao cristão reconhecer-se como morto para o mundo e para os seus próprios interesses (v. 35; Romanos 8:36).

Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade

Terça-feira 30 Outubro

Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade (João 4:24).

O SANTUÁRIO

A história do mundo antigo relata que o general Pompeu foi encarregado pelo senado romano de aniquilar a resistência contra o império. Por essa razão, chegou a Jerusalém em 63 a.C., onde insistiu em entrar no Lugar Santíssimo do templo, apesar dos assustados sacerdotes lhe rogarem que não fizessem isso. Segundo se conta, com a espada cortou a cortina e… não encontrou nada. O santuário estava vazio.

No Lugar Santíssimo do templo de Salomão ficava a arca. Mais tarde, depois do cativeiro na Babilônia, quando o templo foi reedificado, a arca nunca foi substituída. Tampouco havia uma imagem de Deus, já que isso era absolutamente proibido ao povo de Israel. Ninguém podia entrar no santuário, a não ser o sumo sacerdote uma vez por ano, e isso com o sangue do sacrifício. O véu do santuário significava que ninguém podia se aproximar de Deus. Quando o Senhor Jesus expirou na cruz, “o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo” (Marcos 15:38), porque o Cordeiro escolhido por Deus tinha sido oferecido.

Para os olhos humanos, Deus é invisível. Contudo, era Sua intenção Se revelar não somente ao povo de Israel, mas a toda humanidade. Por isso Jesus Cristo, o Filho de Deus, veio a terra como verdadeiro homem; e por Seu sacrifício na cruz foi feito Cordeiro de Deus. Em virtude de Seu sacrifício, os pecadores que buscam refúgio na graça divina recebem Seu perdão e já não encontram a Deus em um santuário, mas tornam-se eles mesmos o santuário do Espírito Santo (1 Coríntios 3:16-17).

Extraído do devocional “Boa Semente” – literatura@terra.com.br

E eis que, dentre a multidão, surgiu um homem, dizendo em alta voz: Mestre, suplico-te que vejas meu filho, porque é o único; um espírito se apodera dele e, de repente, grita e o atira por terra, convulsiona-o até espumar, e dificilmente o deixa, depois de o ter quebrantado

30 de Outubro

“E eis que, dentre a multidão, surgiu um homem, dizendo em alta voz: Mestre, suplico-te que vejas meu filho, porque é o único; um espírito se apodera dele e, de repente, grita e o atira por terra, convulsiona-o até espumar, e dificilmente o deixa, depois de o ter quebrantado.” Lucas 9.38-39

Existem problemas familiares de todo tipo. Jesus, tanto no Seu tempo na terra como ainda hoje, é maior do que todos os problemas familiares. Isso o pai daquele rapaz atormentado pelo mal também sabia, e por isso veio a Jesus com sua aflição. Ninguém foi capaz de remediar sua aflição familiar, somente Jesus podia ajudar. E Ele ajudou! Ele “repreendeu o espírito imundo, curou o menino e o entregou a seu pai.” Hoje Jesus também quer ajudar em todo problema familiar, seja ele causado por culpa própria ou de estranhos.

Em cada situação, fale com Jesus sobre o assunto; fale com Ele como fez aquele pai aflito. Se Ele não intervém imediatamente, não desanime. Continue falando com Jesus sobre os seus problemas familiares. Ele o ouvirá e, tocado por misericórdia, mais uma vez se mostrará como Aquele que é maior que tudo. Ele não o rejeitará, pois Ele mesmo disse: “…o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora.”

Extraído do livro “Pérolas Diárias” (de Wim Malgo)