CHECKUP ESPIRITUAL Leia: Salmo 139:23-24

CHECKUP ESPIRITUAL Leia: Salmo 139:23-24

23

Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos.

24

E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.

Algo estranho aconteceu comigo quando eu era adolescente. Estava trabalhando com um equipamento eletrônico, tão profundamente imerso no meu projeto, que estava com a boca um pouco aberta. Ao cortar um pequeno pedaço de arame com o alicate, ele voou inesperadamente. Senti o pequeno pedaço de metal entrar pela boca e se alojar em algum lugar na minha garganta!Passei aquela noite com dores lancinantes e, no dia seguinte, corri para o hospital onde o médico tirou um raio-X da minha garganta e, depois de outros exames, declarou: “Não encontrei nenhum pedaço de metal no seu corpo. Ele não entrou pela sua boca. Sua dor parece real, mas não é”.Muitas vezes a dor física pode nos enganar. Isto também acontece espiritualmente. Nosso conceito de Deus e de nós mesmos pode parecer real, mas pode não refletir a realidade. Assim como visitamos o médico para examinar nossa saúde física, devemos sempre buscar o auxílio do Senhor para a nossa saúde espiritual. A Sagrada Escritura é o raio-X poderoso de Deus. Deus o usa para nos dizer se há algo errado com o nosso coração — e também nos mostrar como resolver o problema. Pense:
A Sagrada Escritura é o raio-X de Deus para nos dizer se há algo errado em nosso coração. Ore:
Senhor, abra nossos olhos ao estudarmos a tua Palavra, para podermos ver a verdade sobre ti e sobre nós mesmos. Cura-nos através da tua Palavra inspirada e guia-nos “pelo caminho eterno”. Amém.

내가 내 마음을 정하게 하였다,내 죄를 깨끗하게 하였다 할 자가 누구뇨 또한 너희 지체를 불의의 병기로 죄에게 드리지 말고 오직 너희 자신을 죽은 자 가운데서 다시 산 자같이 하나님께 드리며 너의 지체를 의의 병기로 하나님께 드리라

Versículos de hoje

Quem poderá dizer: Purifiquei o meu coração, limpo estou de meu pecado? Provérbios 20:9

Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniqüidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça. Romanos 6:13

Assim que o Senhor Jesus aparece, o ministério de João chega a seu fim

Marcos 1:14-28

14

E, depois que João foi entregue à prisão, veio Jesus para a Galiléia, pregando o evangelho do reino de Deus,

15

E dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho.

16

E, andando junto do mar da Galiléia, viu Simão, e André, seu irmão, que lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores.

17

E Jesus lhes disse: Vinde após mim, e eu farei que sejais pescadores de homens.

18

E, deixando logo as suas redes, o seguiram.

19

E, passando dali um pouco mais adiante, viu Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, que estavam no barco consertando as redes,

20

E logo os chamou. E eles, deixando o seu pai Zebedeu no barco com os jornaleiros, foram após ele.

21

Entraram em Cafarnaum e, logo no sábado, indo ele à sinagoga, ali ensinava.

22

E maravilharam-se da sua doutrina, porque os ensinava como tendo autoridade, e não como os escribas.

23

E estava na sinagoga deles um homem com um espírito imundo, o qual exclamou,

24

Dizendo: Ah! que temos contigo, Jesus Nazareno? Vieste destruir-nos? Bem sei quem és: o Santo de Deus.

25

E repreendeu-o Jesus, dizendo: Cala-te, e sai dele.

26

Então o espírito imundo, convulsionando-o, e clamando com grande voz, saiu dele.

27

E todos se admiraram, a ponto de perguntarem entre si, dizendo: Que é isto? Que nova doutrina é esta? Pois com autoridade ordena aos espíritos imundos, e eles lhe obedecem!

28

E logo correu a sua fama por toda a província da Galiléia.

 

Assim que o Senhor Jesus aparece, o ministério de João chega a seu fim.

O reino de Deus está próximo, e o Rei em pessoa se acha em meio de Seu povo. E o que proclama se resume em dois mandamentos, os quais ainda hoje são atuais: “Arrependei-vos e crede no Evangelho!”. O Senhor lê em cada coração a resposta dada a este urgente convite. Logo, aos que O ouvem e O recebem, Ele dirige um outro chamado, que é individual, um chamado para segui-LO e servi-LO. “Vinde após mim”, Ele diz a quatro discípulos cujo coração Ele bem conhecia. “Então eles… imediatamente… o seguiram”. Para que eles pudessem fazer isto, era-lhe indispensável – queremos frisar – este chamado. O homem não pode dizer, por sua conta, a Deus: “Entrego-me a Ti”; é o Senhor, que conhece todas as coisas, quem decide: “Eu te tomarei a Meu serviço”.

Em Cafarnaum, o Senhor Jesus cura um homem possesso de um espírito imundo, presente até mesmo na sinagoga, prova característica do terrível estado de ruína no qual Israel havia caído. Desde o começo do ministério do Senhor o Seu poder estava em conflito com o poder de Satanás – ao qual por vezes até nem damos crédito -, mas que tem seus efeitos em nossos corpos assim como em nossas almas.

Extraído do “Guia Devocional do Novo Testamento” – literatura@terra.com.br

 

Levantou Deus a Jesus para Salvador de Israel… Seja-vos, pois, notório… que por este se vos anuncia a remissão dos pecados. E de tudo o que, pela lei de Moisés, não pudestes ser justificados, por ele é justificado todo aquele que crê

Sexta-feira 12 Outubro

Levantou Deus a Jesus para Salvador de Israel… Seja-vos, pois, notório… que por este se vos anuncia a remissão dos pecados. E de tudo o que, pela lei de Moisés, não pudestes ser justificados, por ele é justificado todo aquele que crê (Atos 13:23 e 38-39).

ACEITAR OU NEGAR A DEUS

Na cruz, Deus mostrou a intensidade de Sua ira contra o pecado abandonando Aquele que suportou os pecados a fim de expiá-los. Nisso discernimos a magnitude de nosso mal, a santidade de Deus que exigia tal preço e a grandeza do amor de Jesus.

Pelo fato de Jesus Cristo ter sacrificado Sua vida, Deus nos dá a vida eterna. E isto a todos os que crêem e aceitam esse dom com gratidão.

Porém, o ser humano tem a capacidade de dizer sim ou não a Deus e, se recusar voluntariamente a salvação, estará perdido. “Em nenhum outro há salvação”, somente em Jesus (Atos 4:12).

Não parece possível que uma pessoa sensata rejeite esse oferecimento gratuito de Deus. Contudo, são muitos que não se interessam por isso! Tomemos consciência de que tal desprezo não apenas nos priva do mais precioso de todos os dons, mas também que ultraja o Doador.

Somente Jesus pode proteger uma pessoa das terríveis e irrevogáveis conseqüências dos pecados dela. Não se reconhecer como pecador culpado e recusar a salvação que Deus oferece é se expor à maldição eterna e assumir a inteira responsabilidade por tal decisão.

No entanto, ainda hoje você tem tempo; diga sim agora mesmo a Deus. E depois não se esqueça de dar graças ao Senhor pela Sua infinita longanimidade.

“Se hoje ouvirdes a sua voz, não endureçais o coração” (Salmo 95:7-8).

Extraído do devocional “Boa Semente” – literatura@terra.com.br

 

Graças a Deus que nos dá a vitória por intermédio do nosso Senhor Jesus Cristo

12 de Outubro

“Graças a Deus que nos dá a vitória por intermédio do nosso Senhor Jesus Cristo.” 1 Coríntios 15.57

“O que devo fazer para ter vitória constante sobre a minha velha natureza?”, perguntam muitos. Pois na prática diária muitas vezes se nota tão pouco dessa vida vitoriosa. Mas aqui é válida a pergunta: você crê que Jesus Cristo de fato morreu na cruz? Em caso afirmativo, vale Romanos 6.6: “…sabendo isto, que foi crucificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos.” No momento em que o inimigo procura nos provocar por meio de pessoas que ofendem, caluniam ou cometem outras injustiças, temos a oportunidade de provar que cremos no poder da morte de Jesus. Justamente numa ocasião assim é que o “estar crucificado com Cristo” se mostra como o segredo da vitória sobre tudo o que é negativo. Deus providencia para que no dia-a-dia sejamos constantemente confrontados com o Crucificado. Por toda parte nos deparamos com a cruz. Se não tivéssemos provações, não haveria oportunidade de praticar a vitória de Jesus Cristo conquistada na cruz. Por esse motivo, deveríamos amar aqueles que nos machucam em nossos pontos mais sensíveis, pois em cada tentação temos a possibilidade de exclamar o que está escrito em 2 Coríntios 2.14: “Graças, porém, a Deus que em Cristo sempre nos conduz em triunfo.”

Extraído do livro “Pérolas Diárias” (de Wim Malgo)