“Não acumulem para vocês tesouros na terra… mas acumulem… tesouros nos céus.” Mateus 6:19-20

 
 

 

ONDE ESTÁ NOSSO TESOURO?
Leia:
Mateus 6:19-24

19 Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; 20 Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. 21 Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração. 22 A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz; 23 Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas! 24 Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.

“Não acumulem para vocês tesouros na terra… mas acumulem… tesouros nos céus.” Mateus 6:19-20

O que nos motiva a levantar toda manhã? Quais são nossos valores? Participei de uma palestra onde o preletor usou uma metáfora que ilustrava sistemas de valor. Ele sugeriu que pegássemos algumas caixas e escrevêssemos uma palavra em cada uma para descrever o que valorizamos na vida. Podíamos usar palavras como família, finanças, sucesso, esportes, prazer, Deus etc. A seguir, deveríamos usar as caixas para montar uma pirâmide, com a caixa de maior valor no topo da pirâmide. Se essa caixa não fosse aquela com a palavra Deus escrita nela, significava que tínhamos um sistema de valores equivocado.Por fim, o palestrante disse: “Tudo o que fazemos vem de Deus e vai para Deus. Deus e fé precisam permear todos os aspectos das nossas vidas.” Jesus deixa claro que nosso sistema de valores é moldado pelos mais profundos desejos dos nossos corações. Seguir a Jesus Cristo é acima de tudo uma questão do coração.Como cidadãos do Reino de Deus, não podemos dividir nossa lealdade nem nosso coração. É uma escolha entre dois mestres: “Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro.”


Pense:
Deus exige exclusividade absoluta, pela simples razão de que Ele não tem concorrente.
Ore:
Ajuda-nos, Senhor, a avaliar nosso sistema de valores e o que nos motiva. Ajuda-nos a fazer as escolhas certas na vida, focalizando o Senhor em tudo o que pensarmos, dissermos e fizermos. Amém.

Versículos de hoje23/09/2007

Versículos de hoje

Afasta de mim a vaidade e a palavra mentirosa; não me dês nem a pobreza nem a riqueza; mantém-me do pão da minha porção de costume; Provérbios 30:8

O Senhor Jesus, que descobriu todas as armadilhas dos chefes religiosos do povo, alerta Seus discípulos e a multidão contra tais homens. O que eles falavam era de modo geral excelente, mas o que faziam era muito diferente do que falavam (cap. 21:30). Nós, que conhecemos tantas verdades bíblicas e sempre as citamos aos outros, estamos mesmo colocando-as em prática? (João 13:17; Romanos 2:17).

Mateus 23:1-22

O Senhor Jesus, que descobriu todas as armadilhas dos chefes religiosos do povo, alerta Seus discípulos e a multidão contra tais homens. O que eles falavam era de modo geral excelente, mas o que faziam era muito diferente do que falavam (cap. 21:30). Nós, que conhecemos tantas verdades bíblicas e sempre as citamos aos outros, estamos mesmo colocando-as em prática? (João 13:17; Romanos 2:17).

1 ENTÃO falou Jesus à multidão, e aos seus discípulos, 2 Dizendo: Na cadeira de Moisés estão assentados os escribas e fariseus. 3 Todas as coisas, pois, que vos disserem que observeis, observai-as e fazei-as; mas não procedais em conformidade com as suas obras, porque dizem e não fazem; 4 Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; eles, porém, nem com o dedo querem movê-los; 5 E fazem todas as obras a fim de serem vistos pelos homens; pois trazem largos filactérios, e alargam as franjas das suas vestes, 6 E amam os primeiros lugares nas ceias e as primeiras cadeiras nas sinagogas, 7 E as saudações nas praças, e o serem chamados pelos homens; Rabi, Rabi. 8 Vós, porém, não queirais ser chamados Rabi, porque um só é o vosso Mestre, a saber, o Cristo, e todos vós sois irmãos. 9 E a ninguém na terra chameis vosso pai, porque um só é o vosso Pai, o qual está nos céus. 10 Nem vos chameis mestres, porque um só é o vosso Mestre, que é o Cristo. 11 O maior dentre vós será vosso servo. 12 E o que a si mesmo se exaltar será humilhado; e o que a si mesmo se humilhar será exaltado. 13 Mas ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que fechais aos homens o reino dos céus; e nem vós entrais nem deixais entrar aos que estão entrando. 14 Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que devorais as casas das viúvas, sob pretexto de prolongadas orações; por isso sofrereis mais rigoroso juízo. 15 Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito; e, depois de o terdes feito, o fazeis filho do inferno duas vezes mais do que vós. 16 Ai de vós, condutores cegos! pois que dizeis: Qualquer que jurar pelo templo, isso nada é; mas o que jurar pelo ouro do templo, esse é devedor. 17 Insensatos e cegos! Pois qual é maior: o ouro, ou o templo, que santifica o ouro? 18 E aquele que jurar pelo altar isso nada é; mas aquele que jurar pela oferta que está sobre o altar, esse é devedor. 19 Insensatos e cegos! Pois qual é maior: a oferta, ou o altar, que santifica a oferta? 20 Portanto, o que jurar pelo altar, jura por ele e por tudo o que sobre ele está; 21 E, o que jurar pelo templo, jura por ele e por aquele que nele habita; 22 E, o que jurar pelo céu, jura pelo trono de Deus e por aquele que está assentado nele.

que contraste entre esses líderes e Cristo, o único Guia verdadeiro! (v. 8,10). Eles recomendavam a lei; Ele a cumpria (cap. 5:17). Eles amarravam “fardos pesados [e difíceis de carregar]” nos ombros dos outros (v. 4); Ele chamava aos cansados e sobrecarregados para lhes dar descanso (v. 11:28). Eles escolhiam os primeiros lugares; Ele, desde a manjedoura até a cruz, tomou constantemente o último lugar. Foi Servo antes de ser Líder (v. 11). Ninguém será mais exaltado, porque ninguém se humilhou mais profundamente que Ele. Porém, para esses escribas e fariseus que tanto perseguiram a própria glória, estão reservadas as trevas, onde há “choro e ranger de dentes” (cap. 22:13). Em vez das bem-aventuranças pronunciadas no início de Seu ministério, o Senhor sete vezes diz: “Ai de vós, escribas e fariseus!” contra aqueles homens que tinham tão grande responsabilidade. Extraído do “Guia Devocional do Novo Testamento” – literatura@terra.com.br

 

Domingo 23 Setembro

Já sabeis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre, para que, pela sua pobreza, enriquecêsseis (2 Coríntios 8:9).

JOSÉ E MARIA ERAM POBRES (1)

Em Levítico 12 encontramos lições preciosas. Não somente vemos a graça de Deus para com os homens, mas também, comparando com os últimos versículos de Lucas 2:24, vemos até que assombrosa profundidade Deus se rebaixou para manifestar essa graça. Nosso Senhor Jesus Cristo, Deus manifesto em carne, o Cordeiro puro e sem defeito, o Santo, que não conheceu pecado, nasceu “de mulher” (Gálatas 4:4); e essa mulher – maravilhoso mistério! – depois de O carregar em seu ventre e de ter dado à luz esse corpo humano, puro, perfeito, santo e sem defeito, teve de se submeter às cerimônias ordinárias e cumprir os dias de sua purificação, segundo a lei de Moisés.

Não apenas vemos a graça divina no fato de ela dever se purificar, mas também na maneira como isso foi feito. “E para darem a oferta segundo o disposto na lei do Senhor: um par de rolas ou dois pombinhos” (Lucas 2:24 e Levítico 12:8). Essa situação simples nos ensina que os pais do Senhor Jesus eram pobres até ao ponto de se verem obrigados a aproveitar a bondosa permissão dada aos que não tinham condições de oferecer “um cordeiro de um ano por holocausto” (Levítico 12:6) para a purificação dela.

A mesma graça perfeita e admirável se encontra no caso do leproso, no capítulo 14 de Levítico. “Depois, conforme as posses do homem, o sacerdote oferecerá as duas rolinhas ou os dois pombinhos” (vv. 21-30). Extraído do devocional “Boa Semente” – literatura@terra.com.br

)

 

“Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida.” 1 João 5.12

23 de Setembro

“Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida.” 1 João 5.12

O fato de uma pessoa ser nascida de novo é impossível esconder, pois Jesus diz: “Pelos seus frutos os conhecereis.” Se você é apenas cristão nominal, esses frutos não existem. Se você é cristão apenas de nome, você tem vergonha de confessar a Jesus, e, quando for o caso, escolhe o caminho da menor oposição. “Não se fala sobre isso”, diz-se. Naturalmente, não se fala, pois como se pode falar de uma nova vida, como se pode testemunhar de Jesus, se a gente mesmo não tem essa experiência? Reflita um momento: você é de fato um renascido ou é apenas um oportunista? Aquele que é renascido verdadeiramente tem que ser uma testemunha de Jesus, pois recebeu ao Senhor como Aquele que carregou seus pecados. Jesus é revelado por palavras e por atos através de toda a vida de um renascido. Como isso pode acontecer? Porque o próprio Jesus mora no coração dessa pessoa pelo Seu Espírito. Talvez agora você argumente: “Mas eu conheço ‘crentes’, cujos atos falam tão alto, que eu não quero ouvir suas palavras”. Infelizmente você tem razão. Porém estes ‘crentes’ um dia terão que prestar contas diante do trono de Deus. Mas isso muda a sua própria situação? De que serve o seu ‘cristianismo’ se você não vem a Jesus hoje, se não ousa decidir-se por Jesus pela fé? Extraído do livro “Pérolas Diárias” (de Wim Malgo