“Ao jejuar, arrume o cabelo e lave o rosto para que não pareça aos outros que você está jejuando.” Mateus 6:17-18

Sábado – 22/09/2007

   
   

JEJUM

Leia:
Mateus 6:16-18

16 E, quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas; porque desfiguram os seus rostos, para que aos homens pareça que jejuam. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. 17 Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto, 18 Para não pareceres aos homens que jejuas, mas a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente.

“Ao jejuar, arrume o cabelo e lave o rosto para que não pareça aos outros que você está jejuando.” Mateus 6:17-18

Nos dias de Jesus, os judeus cobriam a cabeça com cinza quando jejuavam, afim de mostrar aos outros sua devoção a Deus. Jesus, que conhecia bem essa atitude hipócrita, avisou que as pessoas que realizavam atos religiosos para impressionar os outros, podiam ter a certeza de que não o impressionavam. Aqueles que buscavam apenas a apreciação dos outros, segundo Jesus, já “receberam sua plena recompensa”. A palavra “recompensa” aqui é um termo de negócios que significa pagamento total. Nos dias de Jesus, quando você fazia o pagamento total de algo que havia comprado, o proprietário escrevia no recibo a palavra aqui usada para “recompensa”, significando “pago por inteiro”. Então, quando Jesus diz que se você ora para ser percebido pelos outros ou se você dá algo para mostrar sua generosidade aos outros ou se você jejua para mostrar aos outros o quanto você é espiritual, você poderá até receber o reconhecimento dos outros, mas será tudo o que você receberá, mas sem a recompensa espiritual.O jejum não é uma moeda de troca para os favores de Deus, mas uma demonstração de sofrimento pelos pecados, crises morais ou espirituais nossas ou do nosso povo ou governantes.

Pense:
Jejum autêntico é jejum anônimo.
Ore:
Ensina-me, Senhor, a sofrer pelo meu próprio pecado e pelos sofrimentos dos outros, sem esperar favores especiais da tua graça e sem querer que outros me considerem uma pessoa mais espiritual. Amém.